Protetora Nilce visita o Centro Pop, local abriga moradores de rua e seus animais

 

Nilce (em pé ao centro) acompanhou o curso de Pintura Residencial do SENAI ministrado aos acolhidos. Ao término do curso é expedido um certificado aos concluintes.

Nesta quarta-feira (28) os ourinhenses tiraram as blusas e casacos dos guarda-roupas. Após a chuvinha de terça-feira (27) o frio chegou. Na última semana a previsão do tempo já havia apontado temperaturas baixas na maior parte do Brasil a partir de quarta (28). Diante disso, preocupada com o acolhimento dos moradores de rua e de seus animais, especialmente durante o inverno, a protetora Nilce Araújo visitou o Centro POP na última segunda-feira (26).

Na ocasião Nilce, que também é vereadora no município de Ourinhos, teve contato com os acolhidos e conheceu algumas atividades realizadas no local. "Gostei de ver como as pessoas são bem tratadas aqui. Me emocionei de ver o carinho e respeito com que os funcionários cuidam de todos. O ambiente é bonito, estruturado e muito bem cuidado. Fiquei muito feliz em saber que os animais dos acolhidos também são recebidos aqui, afinal sabemos que os moradores de rua não se separam de seus amigos de 4 patas e nos casos em que seus cães não podem ser abrigados eles se recusam a abandoná-los e acabam dormindo juntos na rua ao relento, correndo o risco de ficarem doentes ou até mesmo morrerem de frio", destacou.

O Centro POP (Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua) de Ourinhos está localizado na Rua Celestino Lopes Bahia, 2041, Vila São Luiz. A unidade realiza atendimento para a população de rua, desde refeições diárias até os cuidados de higiene, auxílio para a retirada de 2ª via dos documentos, palestras educacionais e oficinas ocupacionais para inserção dos participantes no mercado de trabalho. Anexo aos serviços do Centro POP, o NAIA (Núcleo de Atendimento a Infância, Adolescentes e Adultos), oferece abrigo noturno e um serviço móvel de abordagem social, convidando pessoas que se encontram em situação de rua, para passarem por atendimento na unidade.