Dia das mães: Maternidade e Gota de Leite registra aumento dos partos normais

Virgínia Balloni, presidente Gota de Leite

Uma das mais importantes diretrizes do Ministério da Saúde, relativas ao atendimento de parturientes, é o incentivo ao parto vaginal devido aos benefícios que isso traz às mães e seus bebês. Na Maternidade e Gota de Leite, entidade filantrópica sem fins lucrativos, as pacientes de Marília e região contam com todo o suporte necessário, tanto de instalações como de recursos humanos, o que reflete no crescimento do número de partos normais em relação às cesáreas a cada ano.

No “Dia das Mães” de 2020, a instituição que destina 100 por cento do atendimento ao SUS (Sistema Único de Saúde), estará com a equipe preparada para acolher as pacientes com toda atenção. Segundo a presidente, Virgínia Maria Pradella Balloni, “a Gota de Leite é reconhecida pelo acolhimento e pelo atendimento humanizado. Fazemos nosso melhor para que as pacientes tenham todo o suporte que necessitam neste momento tão importante”.

Ela frisou que graças à equipe multiprofissional formada por médicos, enfermeiras obstétricas, auxiliares de enfermagem, fisioterapeutas, nutricionistas, fonoaudióloga, farmacêutica, profissionais do apoio e recepção, “nossas pacientes têm à disposição profissionais bem formados e treinados além de infraestrutura adequada para o pré-parto, parto e pós-parto”.

A presidente informou que, no ano de 2019, foram contabilizadas 3.749 consultas ambulatoriais (gestantes e puérperas) e realizados 1.269 partos, dos quais 936 foram normais (73,7 por cento) e apenas 333 cesáreos (26,2 por cento). Conforme disse, “são índices muito acima da média e vão ao encontro do que preconiza o Ministério da Saúde, o que nos deixa muito felizes”.

Finalizando, em nome da instituição e seus colaboradores, Virgínia Balloni desejou um “feliz ‘Dia das Mães’ a todas as mães neste domingo, dia 10 de maio, que apesar da fase difícil de quarentena é uma data a ser sempre lembrada”.