CR de Ourinhos comemora mais 1 ano a "Semana de Incentivo a Leitura"


“Eu sou aquela mulher a quem o tempo muito ensinou.
Ensinou a amar a vida e não desistir da luta.
Recomeçar na derrota, renunciar a palavras e pensamentos negativos.
“Acreditar nos valores humanos e ser otimista”.
Cora Coralina

De acordo com a Lei Estadual nº 15.360, de 18/03/2014, que institui no Estado de São Paulo a “Semana de Incentivo à Leitura”, entre os dias 17 e 23 do mês de abril, o Centro de Ressocialização de Ourinhos comemorou em grande estilo, promovendo aos internos eventos que possibilitam o incentivo a essa prática, considerando a importância da leitura para o desenvolvimento do senso crítico no ser humano e ainda a melhora da escrita, do conhecimento e da cultura.

Durante o mês de abril, com apoio dos professores da rede estadual que atuam na Unidade, alunos do ensino médio e fundamental, desenvolveram um projeto intitulado “Tríduo Literário”, homenageando os escritores poetas Monteiro Lobato e Cora Coralina. Além de produção cartazes, nas oficinas foram discutidas as obras desses autores, biografia, reescrita e produção autoral de poemas, objetivando propiciar cultura, conhecimento, princípios, valores, educação, ética, e também contribuir para uma boa construção de relacionamento afetivo saudáveis, bons tratos, cuidados pessoais, reeducação e autoestima.

No encerramento, foi convidada a Professora Luciana Diniz, Coordenadora do Núcleo Pedagógico da Diretoria de Ensino de Ourinhos, para uma palestra aos 44 alunos participantes do projeto, e falar da sua vida profissional com educadora.

Foram declamados dois poemas de Cora Coralina, o primeiro intitulado “Chorar ou Sorrir”, que na vida podemos escolher entre dois caminhos, o do bem ou o do mal. Já o segundo, “A Procura”, destaca as várias portas que a vida nos oferece, nem todos com um final feliz, nem todas abertas, mas todas com um propósito; persistindo, encontrará uma oportunidade, uma porta aberta.

Também foi encenada uma peça teatral intitulada “O Funeral da Leitura”, de autoria desconhecida, adaptada pelas professoras de Língua Portuguesa, enfatizando que, mesmo com o avanço tecnológico, jamais devemos esquecer os livros, pois “Um País se faz com homens e livros”.

Finalizando as apresentações, um aluno fez uma explanação da “Bíblia como Leitura Diária”, uma vez que é o título mais vendido no mundo, destacando suas várias interpretações, por diversas religiões, convidando a todos os presentes para cantar a música gospel “Noites Traiçoeiras”.

Ainda foram entregues cerca 800 filipetas (marca páginas) confeccionadas pelos alunos do CR, para a Escola José Paschoalick, em colaboração da reinauguração da Biblioteca na escola.

Participaram do evento além dos funcionários, os professores que atuam na Unidade e a PCNP de Língua Portuguesa, professora Luciana, da Diretoria de Ensino de Ourinhos, que após o encerramento, levou todos os poemas e cartazes para uma exposição naquela instituição.

PROJETO REMIÇÃO PELA LEITURA

Além desses eventos, há de se destacar a continuidade do Projeto de Remição pela Leitura. Apesar de ter iniciado na Unidade somente no ano de 2015, essa prática foi regulamentada em nível Federal em 2011, pela LEI nº 12.433, DE 29 de junho de 2011, depois pela Portaria Conjunta JF/DEPEN N.º 276, de 20 de junho de 2012, e ainda pela recomendação nº 44 de 26 de novembro de 2013, do CNJ. Em nível estadual, destacamos a Portaria 002/2016 do Departamento Estadual de Execuções Criminais da 3ª Região Administrativa Judiciária (DEECRIM) – Bauru. Para correção das resenhas, há uma Portaria interna que forma a Comissão Interna para Remição por Leitura, com participação de funcionários da Unidade e de professores voluntários.

O Projeto prevê a realização de oficinas de leitura que acontecem mensalmente. Nesses trinta dias, o interno recebe uma obra literária, participa da oficina de orientação e produz a resenha individualmente, sem consulta. Essas resenhas, após correção dos professores voluntários, são transcritas pelos próprios alunos em folha oficial e encaminhadas as Varas ou Departamentos de Execuções Criminais para remição de 04 dias da pena.

Atualmente, o projeto conta com 40 participantes ativos, mas já registra uma participação de 54 somente em 2019. Em 2015 foram 07 participantes; em 2016, 25 participantes; em 2017, 36 participantes e em 2018, 66 participantes.

Importante destacar que desde o início do projeto, sempre que enviados as solicitações, os internos têm sido beneficiados com as remições correspondentes.