PMO fecha parceria com entidades assistenciais na venda do Yakissoba da FAPI


A Prefeitura de Ourinhos, por meio do Fundo Social de Solidariedade, firmou parceria com as entidades assistenciais do município na venda antecipada do Yakissoba da 53ª FAPI (Feira Agropecuária e Industrial) de Ourinhos. Em reunião realizada na tarde de segunda-feira (22), no gabinete do Prefeito Lucas Pocay, foi definido que 60% das vendas serão repassados para seis organizações. O objetivo é incrementar o trabalho social promovido no município, além de aumentar a participação das entidades no evento.

Participaram do encontro o Prefeito Lucas Pocay, a Primeira Dama e Presidente do Fundo Social, Clara Pocay, e os representantes da APAE (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais), Recco (Rede de Combate ao Câncer de Ourinhos), AADF (Associação de Assistência ao Deficiente Físico), Giaaro/Casa Arco Íris (Grupo de Incentivo e Apoio a Adoção da Região de Ourinhos), ADO (Associação dos Diabéticos de Ourinhos) e Roupeiro Infantil Laura Vicuña.

“Nestes últimos anos, nós temos estudado maneiras de ampliar a parceria com essas entidades. Através desta proposta de repassar parte das vendas, acreditamos que elas serão reinseridas em um evento que traz visibilidade, já que recebe visitantes de toda a região. Além disso há o cunho social, já que o valor será revertido para a finalidade de cada entidade”, diz Clara Pocay.

A expectativa é que sejam vendidos em torno de quatro mil yakissobas durante a feira este ano. “Inclusive as pessoas podem ajudar as entidades que estiverem vendendo, procurando os representantes de cada uma para comprar o vale yakissoba diretamente deles.”

O presidente da RECCO (Rede de Combate ao Câncer de Ourinhos), Edvan Gonzaga, elogiou a iniciativa da prefeitura. “É um grande começo, uma vez que todas as entidades dependem da contribuição. Com essa inovação no sistema de venda do yakissoba da Fapi, a gente consegue uma verba maior para atender os pacientes que dependem do nosso trabalho.”

A tesoureira da Associação Roupeiro Infantil Laura Vicunã, Elenice Benatti Pereira Bolsas, considerou a proposta um avanço. “Toda iniciativa que visa o bem coletivo é bem vinda. Achei louvável convidar as entidades para estarem envolvidas neste projeto já tradicional na cidade, afinal todas seguem trabalhando por um bem comum, que é ajudar ao próximo. Se o trabalho for em equipe, melhor ainda. A Prefeitura está de parabéns.”