Polícia Ambiental orienta população quanto ao período de procriação das “Maritacas”

Share:

A 4ª Companhia de Policiamento Ambiental, orienta a população sobre como proceder no período de reprodução das “maritacas” para não correr riscos de cometer crime ambiental:

É importante entender que o Periquitão Maracanã, de nome científico Aratonga leucophthalmus, popularmente conhecido como “Maritaca”, tem seu período de reprodução na época da primavera e verão. Para fugir de seus predadores, elas se instalam em telhados e forros, o que costumam incomodar a população, pois fazem seus ninhos, descascam os fios elétricos e perturbam com os barulhos.

Sendo assim devemos ressaltar que é expressamente proibido, uma vez que instalado o ninho, fazer qualquer intervenção até que os filhotes cresçam e abandonem naturalmente o local, pois conforme o Art. 29, Parag. 1o, inciso II da Lei 9.605/98, configura-se crime ambiental, quem modifica, danifica ou destrói ninho, abrigo ou criadouro natural.

O momento certo para vedar as frestas dos telhados é no período de Abril a Agosto, quando elas não estão em época reprodutiva e assim se prevenir dos possíveis incômodos causados por estas aves.

O Policiamento Ambiental orienta que as denúncias sejam feitas através dos telefones 0800-0555-190, 181 (Disque Denúncia), EMERGÊNCIA 190, ou ainda diretamente às unidades de Policiamento Ambiental pelos telefones: (14) 3592-1200 – Marília; (14) 3496.5884 – Tupã; (18) 3302-3450 – Assis; (14) 3322.3077 – Ourinhos.