História de ourinhenses poderão entrar em série cinematográfica


Uma iniciativa do projeto de extensão universitária PIBID-UNESP vai produzir uma série cinematográfica de seis episódios sobre a cidade de Ourinhos. A proposta faz parte do Atlas Municipal Escolar de Ourinhos, projeto idealizado e criado pela Prof.ª Dr.ª Andréa Aparecida Zacharias, que atua na graduação na UNESP Ourinhos e na pós-graduação na UNESP Rio Claro.

O projeto é pioneiro no país em ensino de Geografia, e busca produzir, aplicar e pesquisar a funcionalidade de plataformas multimídias como recurso didático para o ensino fundamental.

Com base na Escola Municipal Adelaide Pedroso Racanello, o grupo realizará ensaios fotográficos feitos pelos alunos com seus próprios celulares como material de pesquisa, sendo a base para a decupagem dos planos dos filmes. Outra etapa de pré-produção é a realização  de entrevistas com moradores da cidade em diversos pontos públicos. A metodologia consiste em selecionar algumas histórias pessoais dos moradores com as imagens captadas pelos alunos, tendo como fio condutor quatro recortes interdisciplinares (Geográfico, Histórico, Ambiental e Cartográfico) para abordar os eixos temáticos que contemplam o material.

A produção da série será apoiada pelo Grupo de Cinema Kino-Olho, de Rio Claro-SP, que atua com formação, difusão e produção cinematográfica, tendo percorrido festivais nacionais e internacionais com trabalhos premiados. O diretor e mestrando responsável pelo projeto Rogério Borges destaca a importância da participação dos moradores nas entrevistas: “O conceito geográfico que guia nosso projeto é o lugar, que é o encontro de trajetórias diferentes de pessoas em situações e espaços que convivem. Cada indivíduo possui uma participação singular na construção da cidade e apenas conhecendo suas histórias, conseguiremos fazer um material que seja significativo para os alunos e para a população em geral.”

As entrevistas ocorrerão na próxima quinta-feira, dia 7 de fevereiro, das 16h às 19h em cinco locais simultâneos da cidade:

-Praça do CDHU
-Praça da Vila Margarida
-Praça dos Burgueses
-Praça da Vila Odilon
-Praça Mello Peixoto

Qualquer pessoa pode participar, basta comparecer no horário e local mencionado, munido de RG e preencher uma autorização para a utilização da entrevista. Quem tem interesse em atuar nos filmes também poderá se inscrever, não é necessária experiência no ramo.

As gravações ocorrerão no mês de março e o projeto está em busca de parcerias para a produção. Para maiores informações entre em contato pelo telefone/whatsapp 19 98212-0008 ou pelo e-mail borgesrioclaro@gmail.com

Biografia:

Rogério Borges é geógrafo e diretor de cinema. Graduado em Geografia pela Universidade Estadual Paulista (UNESP). Aluno de Mestrado em Geografia e Cinema, pesquisa a linguagem cinematográfica para o estudo do Lugar. Atua há seis anos no coletivo cinematográfico Kino-Olho, como diretor e assistente de direção. Ministra de oficinas de cinema em escolas públicas e universidades. Realizou dezenas de filmes em parcerias educacionais, bem como produções profissionais premiadas, com destaque para a exibição e participação no Festival Internacional de Hamburgo, em 2017, na Alemanha.

Filmografia:

“A Moça Que Dançou Com O Diabo” (“The girl who danced with the devil”) – João Paulo Miranda Maria – DCP - 2016 – 14min
Menção Especial Palma de Ouro, 69th Festival de Cannes
Assistente de Direção

“Quem Chegar Por Último” (“Who will be the Last”)– Rogério Borges – DCP – 2016 – 14min
Prêmio Especial do Júri, 16ª Goiânia Mostra Curtas
19th Mo&Friese Children´s Short Film Festival - Hamburg
Diretor, Roteirista, Produtor

“Imagem e Semelhança” (“Image and Likeness”) – Rogério Borges – DCP – 2018 – 15min
18ª Goiânia Mostra Curtas
Diretor, Roteirista