Tratamento do Câncer: Capitão Augusto pressiona Estado e credenciamento sai ainda em janeiro

 Diretor do HCO, Dr. Norberto, explica o funcionamento da máquina de Radioterapia ao deputado federal Capitão Augusto cujo desembaraço alfandegário o parlamentar ourinhense agilizou no ano passado.


Esta semana, o deputado federal Capitão Augusto (PR) foi até a Casa Civil do Governo do Estado de São Paulo cobrar celeridade no envio de documentação ao Ministério da Saúde, última etapa para se concretizar o credenciamento do Hospital do Câncer de Ourinhos pelo Sistema Único de Saúde (SUS), o que possibilitará o tratamento gratuito de pacientes com câncer através de procedimentos como quimioterapia, radioterapia e cirurgias.

O documento em questão é um ofício da Secretaria de Estado da Saúde formalizando junto ao Ministério da Saúde o descredenciamento de Tupã para esse tipo de atendimento via SUS e o credenciamento de Ourinhos, através do seu Hospital do Câncer que já atende com excelência pacientes particulares e de convênio desde 2016.

“O Ministério da Saúde só está aguardando esse documento oficial da Secretaria de Saúde do Estado dizendo que o Hospital de oncologia de Tupã está sendo descredenciado e Ourinhos está sendo credenciado”, informou o deputado federal Capitão Augusto. Tanto o descredenciamento de Tupã quanto o credenciamento de Ourinhos foram balizados por avaliações técnicas do Governo Federal que também o deputado federal solicitou para agilizar o processo. “É questão de dias”, afirma confiante o deputado.

Durante a reunião com o chefe da Casa Civil do Governo de São Paulo, Samuel Moreira, foi feito contato com o DRS (Departamento Regional de Saúde) de Tupã, o qual informou que a documentação tratando do descredenciamento de seu hospital já havia sido enviada à Secretaria de Estado da Saúde.

De acordo com o deputado federal, há um compromisso do secretário David Everson Uip, e também da Casa Civil, de que até esta sexta-feira, 20 de janeiro, o Governo do Estado encaminhará o esperado documento ao Ministério da Saúde, o que possibilitará, enfim, o credenciamento do Hospital do Câncer de Ourinhos pelo SUS.

A pedido do Capitão Augusto, a Casa Civil enviará a seu gabinete uma cópia do ofício será que será encaminhado à Brasília.








Esta semana, o deputado federal Capitão Augusto (PR) foi até a Casa Civil do Governo do Estado de São Paulo cobrar celeridade no envio de documentação ao Ministério da Saúde, última etapa para se concretizar o credenciamento do Hospital do Câncer de Ourinhos pelo Sistema Único de Saúde (SUS), o que possibilitará o tratamento gratuito de pacientes com câncer através de procedimentos como quimioterapia, radioterapia e cirurgias.


O documento em questão é um ofício da Secretaria de Estado da Saúde formalizando junto ao Ministério da Saúde o descredenciamento de Tupã para esse tipo de atendimento via SUS e o credenciamento de Ourinhos, através do seu Hospital do Câncer que já atende com excelência pacientes particulares e de convênio desde 2016.


“O Ministério da Saúde só está aguardando esse documento oficial da Secretaria de Saúde do Estado dizendo que o Hospital de oncologia de Tupã está sendo descredenciado e Ourinhos está sendo credenciado”, informou o deputado federal Capitão Augusto. Tanto o descredenciamento de Tupã quanto o credenciamento de Ourinhos foram balizados por avaliações técnicas do Governo Federal que também o deputado federal solicitou para agilizar o processo. “É questão de dias”, afirma confiante o deputado.


Durante a reunião com o chefe da Casa Civil do Governo de São Paulo, Samuel Moreira, foi feito contato com o DRS (Departamento Regional de Saúde) de Tupã, o qual informou que a documentação tratando do descredenciamento de seu hospital já havia sido enviada à Secretaria de Estado da Saúde.


De acordo com o deputado federal, há um compromisso do secretário David Everson Uip, e também da Casa Civil, de que até esta sexta-feira, 20 de janeiro, o Governo do Estado encaminhará o esperado documento ao Ministério da Saúde, o que possibilitará, enfim, o credenciamento do Hospital do Câncer de Ourinhos pelo SUS.


A pedido do Capitão Augusto, a Casa Civil enviará a seu gabinete uma cópia do ofício será que será encaminhado à Brasília.