Sindicato dos Motoristas garante novamente os direitos de mais um transportador, entenda o caso

Na última quarta-feira, 2 de março, a TV Massiva esteve no Sindicam de Ourinhos (Sindicato dos Transportadores Rodoviários Autônomos de Bens do Estado de São Paulo). Nossa reportagem ouviu o diretor do sindicato, Ariovaldo de Almeida Silva Júnior, o motorista Anderson Rodrigo de Souza Rocha e o empresário André Mancha (proprietário de caminhão).

Eles relataram que na última semana, a empresa Bunge contratou os serviços de transporte para uma carga de grãos, carregando o caminhão de propriedade do Sr. André no dia 26 de fevereiro sexta-feira. A viagem, com destino ao litoral paulista, teria sido adiada em razão de algumas pendências legais e financeiras, causando transtornos ao proprietário do caminhão e também para o motorista, motivo pelo qual decidiram procurar o sindicato.

"Após o carregamento do caminhão na sexta-feira, 26 fevereiro, o transportador Anderson nos procurou informando que a empresa (Bunge) teria exigido que ele seguisse viagem sem o adiantamento previsto em lei, algo inadmissível. Diante disso, no dia 28 de fevereiro notificamos a empresa de suas obrigações legais para com o transportador. Logo após receberem a notificação entraram em contato conosco informando que o adiantamento havia sido liberado, entretanto faltava pagar o tempo em que o motorista estava parado. Um total de 129 horas. A Lei Federal 11.442/2007 prevê este direito ao transportador", explicou Ariovaldo.

Durante toda a semana o sindicato atuou no caso, conseguindo garantir que os direitos do transportador fossem respeitados. Na quinta-feira, 3 de março, nossa reportagem procurou os responsáveis pela empresa. Eles nos informaram que as horas restantes foram liberadas na quinta-feira mesmo, estando o caminhão liberado para seguir viagem. O Sindicam confirmou a informação ficando o caso foi resolvido.

O Sindicam orienta os transportadores que não se submetam a condições de trabalho em desacordo com a lei, muitas vezes impostas pelas empresas contratantes. Para maiores esclarecimentos procurem o Sindicam de Ourinhos (Sindicato dos Transportadores Rodoviários Autônomos de Bens do Estado de São Paulo) que está localizado na Rua Eduardo Pacheco Chaves, nº 28, Vila Mano. O telefone de contato é o (14) 3322-2203.

A TV Massiva exibe a partir deste sábado, 5 de março, a reportagem completa do caso.