Foram divulgados os Classificados para 8ª Mostra Sérgio Nunes de Artes Cênicas

A Secretaria de Cultura divulgou os espetáculos que participarão da Mostra Competitiva da 8ª Mostra Sérgio Nunes de Artes Cênicas.
 

Foram mais de 50 inscritos, de 5 estados, após o processo de curadoria foram escolhidos 5 espetáculos que se apresentaram durante o evento. Veja quais são os finalistas:
 

O primeiro espetáculo selecionado foi “A Casa das Bonecas” do Os Bárbaros Cia de Teatro. A peça se passa na Noruega e trata da história de Nora Helmer, esposa de Torvald, alto funcionário de um banco.
 

O espetáculo mostra o desenvolvimento de um gesto de recusa de Nora em relação a esse estado de coisas, o que a levará a tomar uma atitude radical no desfecho da trama. A montagem da Cia “Os Bárbaros” procura dar uma resposta contemporânea para a peça, aproximando-se da história de Ibsen a partir de uma dinâmica criada pelo ato de dizer as rubricas do texto de Ibsen.
 

Outro espetáculo é “Por ti não importa matar ou morrer” do Grupo Mito 8 de Teatro. A peça apresenta uma história de amor, ganância, poder e traição, que aperta corações e engorda o caixa e repertório de números da Companhia. Num misto de coincidência e destino, o melodrama encenado passa a representar a própria vida dos artistas da Cia, dramas particulares do fazer teatral que se misturam à ficção, ultrapassam o tempo e discutem as fronteiras entre a arte e a vida.
 

O espetáculo Homem do Princípio ao Fim da Cia. Apocalíptica também foi selecionado entre os 5 finalistas. Através de cenas, aparentemente, desconexas o espetáculo investiga a história da humanidade, desde Adão e Eva até a criação da Bomba H, de maneira cômica, inteligente e sagaz. Esta dramaturgia, inspirada na obra de Millôr Fernandes, é construída a partir de uma colagem de textos (crônicas, poesias, prosas etc...) e seus quadros são formados em cima de temas pré estabelecidos (amor, ciúmes, medo...) que nos dão uma dimensão do que realmente é o Homem.
 

A comédia dramática    “Nada Menos que Muito” da Carranca Coletivo é mais um dos selecionados. O espetáculo aponta um olhar reflexivo sobre as dificuldades de convivência e de comunicação nos grandes centros urbanos.
 

Tendo como mote o ritmo de vida nas cidades – que a cada dia se impõe mais frenético –, a proposta do espetáculo é discutir as mazelas do ser humano moderno, tais como depressão, fobias e neuroses, e relacionar esses distúrbios ao estilo de vida dos moradores das metrópoles.
 

A Sapateira Prodigiosa do Grupo Preto no Branco também foi selecionado para se apresentar na Mostra. A obra escrita pelo poeta e dramaturgo espanhol Federico García Lorca, com tradução inédita de Wilson Alves Bezerra. O espetáculo apresenta variados aspectos do convívio comunitário entre os moradores de um bairro emergente, em que vive um prestativo Sapateiro recém casado com uma mulher "de fora".
 

As peças serão avaliadas por 2 jurados que conversarão com os grupos no final de cada espetáculo, fazendo as devidas pontuações quanto a realização do trabalho de diretor, atores, cenografia, sonoplastia, etc, ou seja, requisitos técnicos de uma montagem. Durante este bate-papo o público poderá estar presente e fazer colocações, caso queiram.
 

Haverá a entrega de troféu para: Apreciação Popular (serão contados os votos do público); e segundo o jurado: Melhor  Atriz; Ator; Ator Coadjuvante; Atriz Coadjuvante; Direção, Cenário; Figurino; Sonoplastia, Iluminação E Melhor Espetáculo. A 8ª Mostra Sérgio Nunes de Artes Cênicas acontecerá entre os dias 21 e 29 de maio.