Ação na justiça poderá sair mais cara do que pagar o pedágio na praça Ourinhos/Marques dos Reis


Sabe aquele ditado de que o molho sairá mais caro que o peixe? Ele pode se aplicar ao boato que surgiu recentemente sobre a isenção da tarifa de pedágio na praça Ourinhos/Marques dos Reis.

Tudo é muito lindo e maravilhoso na teoria, mas ao que parece, na prática o cidadão que quiser ficar isento do pagamento do pedágio terá que entrar com uma ação individual na justiça para garantir tal direito. Segundo informações, o custo de um advogado para realizar tal representação não sai por menos de R$ 2 mil.

Enquanto o povo é onerado com a cobrança deste pedágio, em meio a lama de corrupção que assola o país, políticos cruzam os braços em Brasília. Todavia, não esquecem de trocar seus carrões, superfaturar aluguéis e prestação de serviços, além de empregarem parentes e dezenas de apaniguados políticos.

Diante disso, infelizmente o que constatamos é que a região de Ourinhos e de Jacarezinho não possui força suficiente na capital federal para retirar definitivamente esta praça de pedágio que continua atravancando o desenvolvimento de toda a região.