Projeto Casa Rosa oferece serviços exclusivos para mulheres

Share:

A partir do mês de dezembro, Ourinhos passará a contar com uma unidade do projeto Casa Rosa, local para diversos atendimentos específicos para as mulheres com serviços de saúde, assistência social, jurídicos e de autonomia econômica. O serviço vai funcionar na região central de Ourinhos.

A iniciativa partiu da vereadora Raquel Spada, que apresentou o projeto na Câmara dos Vereadores. “A ideia é fazer um ponto de referência da mulher, unindo todos os atendimentos sociais, médicos, de combate á violência, tudo em um único local, a exemplo do que acontece na cidade de Jaú. Posteriormente pretendemos ir atrás de emendas parlamentares para trazer aparelhos de riso-x, ultrassom e outros benefícios”, diz Raquel.

De acordo com a Secretária da Saúde Cássia Palhas, a Casa Rosa fará o atendimento por demanda espontânea. As mulheres que a procuram passam por acolhimento inicial em que é feita triagem dos serviços necessários para encaminhamento ao psicólogo, à assistência médica ou à assistência jurídica. “A Casa se distingue no atendimento multidisciplinar capaz de atender às variadas fragilidades de uma mulher em situação de violência. Cardiologistas e dermatologistas são acionados para lidar com efeitos como síndrome do pânico, queda de cabelo, psoríase, erupções epidérmicas, vitiligo, entre outros. A preocupação do Prefeito Lucas, em colocar em prática este projeto é de grande valia, pois são as mulheres do nosso município que ganham com a implantação da Casa Rosa em Ourinhos.”, explica Cássia.