Ataques de escorpiões se multiplicam no interior

Share:

Manter os quintais limpos, não jogar entulho nos terrenos, tapar os ralos e vedar a base das portas são importantes medidas preventivas

Cidades da região noroeste e centro sul do Estado de São Paulo registram infestação de escorpiões. Há relatos em Araçatuba - onde mais de 500 pessoas já foram picadas este ano – Andradina, São José do Rio Preto, Bauru e Garça. Em Ourinhos, para evitar acidentes e a proliferação do animal peçonhento, será lançada a campanha “Guerra Contra o Escorpião”. A intenção é esclarecer a população sobre as medidas que podem ser tomadas e as formas de agir ao se deparar com um escorpião.

Especialistas alertam que terrenos com mato alto e entulho podem abrigar o animal. Manter a residência limpa é uma das principais formas de evitar o aparecimento do escorpião que, em algumas cidades, está prestes a se tornar uma epidemia. Segundo o Governo Federal, os ataques de escorpiões cresceram quase 800% desde 2000, principalmente na região Sudeste.

PANORAMA

Em Araçatuba (257 Km de Ourinhos), 570 pessoas foram picadas em 2018, superando o ano de 2017. Em Andradina (375 Km de Ourinhos) são pelo menos dois ataques por dia e em São José do Rio Preto (283 Km de Ourinhos), as ocorrências aumentaram mais de 40% este ano. Na cidade de Ouro Verde (303 Km de Ourinhos), uma infestação de escorpião suspendeu as aulas em uma creche por tempo indeterminado. Em Bauru (125 Km de Ourinhos), mais de 220 pessoas foram picadas por escorpião entre 2017 e 2018. Em Garça (108 Km de Ourinhos) também houve relatos de casos, o que levou o poder público a mobilizar equipes da Secretaria da Saúde.

PERIGO

O escorpião amarelo que tem aparecido no interior de São Paulo é um dos mais perigosos. O veneno atinge o sistema nervoso, provoca alterações respiratórias e acúmulo de líquidos nos pulmões.

Pesquisadores acreditam a proliferação do bicho esteja relacionada ao desaparecimento de predadores naturais como sapos e corujas. Além disso, o lixo acumulado em terrenos baldios e residências atraem insetos como baratas, que são os alimentos preferidos dos escorpiões.

GUERRA

Em Ourinhos, a Prefeitura, por meio da campanha “Guerra Contra o Escorpião”, irá intensificar as ações de combate, inclusive com uma dedetização de controle por toda a cidade. O Prefeito Lucas Pocay enfatiza que diversos municípios estão elaborando medidas de controle e extermínio do bicho.

“Nós queremos que a população se conscientize e passe adiante as medidas necessárias para evitar o aparecimento dos escorpiões. Manter os quintais limpos, os terrenos roçados e livres de entulhos são medidas essenciais. A Prefeitura de Ourinhos está fazendo a parte dela, mas precisa do apoio da população para evitar males maiores”, declara Lucas.

ORIENTAÇÃO

“Nós orientamos a população a manter os quintais limpos e livres de entulhos. Evitar acumular lixo para não atrair baratas – principal alimento do escorpião – tapar os ralos e vedar a base das portas também são medidas importantes, assim como verificar os calçados e as roupas antes de vestí-los”, orienta Robert da Costa Ribeiro, Agente de Combate a Endemias da Prefeitura de Ourinhos.

Segundo ele, a pessoa que encontrar um escorpião dentro da residência deve tentar matar o animal da forma mais segura possível e entrar em contato com o Núcleo de Controle de Vetores, pelo telefone 3326-9323.