Saúde e Educação promovem projeto de orientação sobre o mosquito da Dengue

As Secretarias de Saúde e Educação firmaram parceria para desenvolver um projeto de orientação para professores e alunos nas escolas municipais sobre o combate aos criadouros do mosquito Aedes aegypti. O trabalho começou dia 26 de junho na Emef (Escola Municipal de Educação Fundamental) Jandira Lacerda Zanoni e José Alves Martins no bairro Jardim Itamaraty.

Segundo a Secretária de Saúde, Cássia Palhas, além das orientações a respeito dos hábitos do mosquito e de como evitar que ele se prolifere, os estudantes também participaram de atividades que deverão se estender durante o período de férias, onde as crianças terão de seguir uma lista de cuidados, como por exemplo, observar os vasos de plantas e vasilhas de animais domésticos. “Durante as quatro semanas de férias, eles terão essa responsabilidade. Quando retornarem, farão a apresentação dos resultados”, conta.

Segundo o Secretário de Educação, Wilson Moraes, a Emef Professor Jorge Herkrath no Pacheco Chaves também participará de ação. “Esses participarão do projeto Agentes Mirins da Saúde que já possui as atividades com essas crianças”, conta. Ao total, são mais de 1.500 crianças envolvidas em projetos educacionais sobre o Mosquito Aedes Aegipty. “Também trabalhamos este tema na Nei Curupira, porém de uma forma diferente. Por se tratarem de crianças menores de 5 anos, lá fizemos um teatro realizado pelos agentes comunitários do bairro e agentes de endemias”, lembra.