Polícia Militar Ambiental constata danos à vegetação nativa em Ourinhos


Nesta quinta-feira, 19 de março, policiais militares do 2º Batalhão de Polícia Militar Ambiental, destacados no 2o Pelotão operacional do município de Assis, em atendimento de denúncia no Bairro Ribeirão Grande, no município de Ourinhos, constataram que uma área de 0,3873 hectares dentro da Área de Preservação Permanente foi suprimida, onde utilizaram o método de Acortinamento. Diante dos fatos, os policias militares ambientais lavraram o Auto de Infração Ambiental, “por destruir 0,3873 hectares de vegetação nativa secundária em estágio médio de regeneração, objeto de especial preservação”, com a penalidade de multa simples no valor de R$ 2.711,52.

Na propriedade ao lado a equipe também constatou uma degradação ambiental, em um maciço florestal composto por vegetação secundária em estágio médio de regeneração, mediante o Bosqueamento em uma área correspondente à 0,07 hectares de vegetação nativa. Diante dos fatos foi lavrado o Auto de Infração Ambiental “Por danificar 0,07 hectares de vegetação nativa secundária em estágio médio de regeneração, objeto especial de preservação”, com sanção de Advertência.

Os infratores responderão por Crime Ambiental, cuja penalidade é de detenção, de seis meses a um ano, e multa.

A Polícia Militar Ambiental orienta que as denúncias sejam feitas através dos telefones 0800-0555-190, 181 (Disque Denúncia), EMERGÊNCIA 190, ou ainda diretamente às unidades da Polícia Militar Ambiental pelos telefones: (14) 3592-1200 – Marília; (14) 3496.5884 – Tupã; (18) 3302-3450 – Assis; (14) 3322.3077 – Ourinhos.