Mobilidade Urbana: Rua José Bonifácio e Avenida Jacinto Sá terão ciclofaixas

Share:
Rua José Bonifácio. Ciclofaixa pintada.
Um trecho da Rua José Bonifácio iniciando no cruzamento com a Rua Barão do Rio Branco, estendendo-se pelo início da Avenida Jacinto Ferreira de Sá e finalizando no cruzamento desta com a Rua Pedro de Toledo, está sendo preparado pela Prefeitura Municipal para receber ciclofaixas. A benfeitoria terá cerca de 900 m e deverá favorecer principalmente os ciclistas que já utilizam a via para se deslocarem até o trabalho.

A obra é consonante as políticas públicas de mobilidade urbana adotadas pelas melhores cidades do mundo para se viver, as quais incentivam o deslocamento de pessoas por meios de transportes alternativos aos carros e motos. Os ciclistas ourinhenses comemoram. Já é um começo. Quem sabe com as mudanças que ainda deverão ser implantadas no trânsito de Ourinhos sejam criadas mais alternativas para quem prefere pedalar. Não custa nada sonhar.

R. José Bonifácio
Mobilidade urbana

Mobilidade urbana é a condição em que se realizam os deslocamentos de pessoas e cargas no espaço urbano de uma cidade, aglomeração urbana e/ou metrópole. Assim, a mobilidade urbana adequada é obtida por meio de políticas de transporte e circulação que visam a melhoria da acessibilidade e mobilidade das pessoas e cargas no espaço urbano, através da priorização dos modos de transporte coletivo e não motorizados de maneira efetiva, socialmente inclusiva e ecologicamente sustentável.

Ciclovias, ciclofaixas e ciclorrotas

As três opções mais conhecidas para o tráfego de ciclistas nas áreas urbanas são as ciclovias, ciclofaixas e ciclorrotas. Conheça cada uma:

Ciclovia: É um espaço separado fisicamente para o tráfego de bicicletas. É o modo mais seguro, porque há um isolamento impedindo o contato com os demais veículos. Essa separação pode ser através de meio fio, grade, muretas, blocos de concreto ou outros tipos de isolamento fixo. Esse tipo de segregação é mais comumente encontrado em avenidas e vias expressas, pois protege o ciclista do rápido e intenso trânsito.

Trecho da Av. Jacinto F. de Sá que
receberá ciclofaixa
Ciclofaixa: Esse tipo de separação não é físico. Ela é feita apenas com uma faixa pintada no chão, tendo no máximo “olhos de gato” ou “tartarugas”. É indicada para locais onde o trânsito é calmo e é mais barata que a ciclovia, pois usa a própria estrutura da rua.

Ciclorrota: É uma das mais novas opções para os ciclistas. Ela consiste num caminho que pode ou não ser sinalizado que represente uma determinada rota de melhor acesso ao destino onde o ciclista deseja ir. Não é nem uma faixa pintada no chão, nem um trecho da via separado para tal, embora parte ou toda a rota possa passar por ciclovias ou ciclofaixas.