Conselho da República terá deputado federal de Ourinhos como membro

Share:
Capitão Augusto foi o mais votado no primeiro turno, garantindo a suplência no órgão que aconselha a Presidência da República.

Pela primeira vez na história da Câmara Federal, a escolha dos membros do Conselho da República, um órgão de autoridades federais e representantes da sociedade civil escolhidos para aconselhar o presidente da República, foi feita através do voto. A surpresa é que o deputado federal Capitão Augusto foi o mais votado no primeiro turno da votação entre 10 candidatos indicados entre os 513 deputados.

No segundo turno, Capitão Augusto acabou ficando em segundo lugar entre os deputados da situação, garantindo a suplência no órgão mais importante do Estado brasileiro de aconselhamento à Presidência da República. “Fiquei surpreso de ser indicado e depois de ser o mais votado entre os deputados postulantes, e isso me deixa feliz porque indica o respeito e consideração que venho buscando entre os outros 512 deputados, condição fundamental para que continue conseguindo aprovar os projetos de interesse da nossa região”, avaliou Capitão Augusto.

O Conselho da República aconselha o presidente em questões como intervenção federal, estado de defesa e estado de sítio. Ele pode também, entre outras atribuições, requisitar de órgãos e entidades públicas as informações e estudos que se fizerem necessários, como por exemplo na questão do pedágio de Jacarezinho junto ao Supremo Tribunal Federal ou Procuradoria Geral da República.

Além do presidente da República, integram o Conselho o presidente da Câmara dos Deputados, o presidente do Senado, ministros de Estado, líderes da maioria e minoria no Congresso e os comandantes da Marinha, Aeronáutica e Exército. O mandato do Conselho dura 3 anos.