Camerata e Coro da PM colocam Ourinhos no clima do Natal 2017




Grupos musicais da PM paulista emocionaram o público que superlotou o salão nobre do Colégio Objetivo na segunda-feira (4)

Com um repertório que foi de Michael Jackson a temas natalinos, a Camerata (grupo de cordas) e o Coro masculino da Polícia Militar do Estado de São Paulo deixaram sua marca na noite da última segunda-feira em Ourinhos. Casa cheia, satisfação total do público, esses foram os prêmios para o 31o Batalhão da Polícia Militar de Ourinhos, comandado pela tenente coronel Cenise Araujo Calasans, que organizou a apresentação pela primeira vez em Ourinhos.
O deputado federal Capitão Augusto, que conseguiu a apresentação com o comando do Estado, assistiu ao vivo mas via internet, já que como presidente da Comissão de Segurança da Câmara Federal estava em Moscou palestrando na Câmara russa sobre o Brasil em encontro mundial sobre o tema. “Fico muito feliz em poder participar desse momento que tanto encantou o público que foi até o Colégio Objetivo”, disse o deputado.

Abrindo com um tema dos Beatles, a Camerata e o Coro deram sinal logo no início de que seria uma noite inesquecível. Ao longo do concerto, muitas surpresas, sobretudo as participações de cabos cantores que rancaram apupos da plateia. Sem falar no soldado que além de cantar um dos hits de Michael Jackson ainda brindou o público com os passos do “moon walk”. “Foi nosso presente para os 99 anos de Ourinhos e toda a população ourinhense”, lembrou a comandante da PM, que como o público gostaria de um espaço maior para essa apresentação, não liberado pela Prefeitura.

Chamou a atenção a quantidade de autoridades presentes, inclusive da região, como vereadores de Canitar e Fartura. Nenhum vereador de Ourinhos e prefeito estiveram presentes pois era dia de sessão da Câmara. Destaque também para a presença do empresário Roque Quagliato, presidente da Fundação Educacional Miguel Mofarrej, mantenedora das FIO e do Colégio Objetivo, que cederam graciosamente o salão nobre para a PM. Presença também do novo diretor do Colégio Objetivo, Peterson José Cruz Fernandes. O mestre de cerimônias foi o comunicador Edu Bala.

O espaço, inclusive, tem projeto pronto para ampla reforma que irá revitalizar o auditório que foi único teatro de Ourinhos por muitas décadas e até hoje serve a comunidade. “Aqui, Dr. Roque, tivemos os primeiros contatos com o teatro, a música e a dança”, lembrou o ex-secretário de Cultura Fernando Cavezale, que representou o Capitão Augusto na abertura da noite e colaborou na produção do evento.