Sobrinho do prefeito de Santa Cruz desaparece com carro oficial do gabinete

Desde que a prefeitura comprou um reluzente Toyota Corolla para o gabinete do prefeito, Otacílio Parras Assis (PSB) usa o veículo como se fosse particular. O carro, um “top de linha” que custou R$ 100 mil ao município em abril deste ano, tem permanecido na garagem particular do prefeito, segundo notícia publicada pelo DEBATE há menos de um mês. A Câmara Municipal ou o Ministério Público ignoraram o alerta. No último sábado, uma ocorrência policial mostrou o risco que este tipo de atitude irregular pode provocar. Enquanto Otacílio se encontrava na festa de aniversário do vizinho, um sobrinho do prefeito, que mora no Mato Grosso e passa férias em Santa Cruz, tirou o Toyota da garagem da casa do prefeito, na avenida Clementino Gonçalves, e desapareceu. No início da madrugada, ele abasteceu o Corolla no Posto Paloma, na rodovia SP-225, e fugiu do local sem pagar a gasolina. Segundo consta, o rapaz teria empurrado o frentista do posto antes de acelerar em direção a Bauru.

O adolescente é parente do prefeito por parte da primeira-dama Eliana Evaristo Assis, cuja família é do Mato Grosso. Eliana viajou para São Paulo e não se encontrava em Santa Cruz.

A polícia foi avisada e fez um cerco na região à procura do carro. Otacílio foi alertado por policiais sobre o ocorrido às 2h da madrugada. Ele nem tinha percebido que o carro, que possui a placa oficial “003” e provavelmente ostenta um brasão de identificação, não estava mais na garagem.

Foto ilustrativa
O Toyota só foi apresentado na manhã desta segunda-feira pelo próprio prefeito Otacílio Parras. Não há informações sobre qual o local onde o automóvel foi localizado, mas sabe-se, pelo menos, que o veículo oficial não estava no município de Santa Cruz do Rio Pardo. Também não há informações sobre possíveis danos no carro oficial.

Por sorte, o rapaz, que é menor de idade e não possui CNH, não se envolveu em acidentes.

As polícias militar e civil foram informadas do caso, mas a imprensa não teve acesso aos registros. O caso só veio a público porque o radialista Dário Miguel, da Band FM, perguntou sobre a ocorrência policial na entrevista que o prefeito concedeu no início da tarde de hoje à rádio Band FM. A transmissão ao vivo já estava se encerrando quando Dário fez a pergunta. “Foi bom ter feito esta pergunta policial porque eu iria encerrar falando disso. Estava anotado aqui no papel”, disse Otacílio. Segundo ele, o rapaz pegou o carro da prefeitura sem autorização. “Ele vai responder por isso”, garantiu o prefeito.

Fonte e fotos: http://www.debatenews.com.br
Próxima
« Prev Post
Anterior
Next Post »