Vereador denuncia descaso com ourinhenses no Hospital Regional de Assis


Enfermeiro Alexandre fez apelo por verbas para cirurgias eletivas e destacou que neste mês os Deputados disponibilizarão emendas

Levantando mais uma vez a bandeira das cirurgias eletivas, o vereador Alexandre Florêncio Dias “Enfermeiro Alexandre” (PSD) utilizou a tribuna da Câmara Municipal durante a 33ª Sessão Ordinária, realizada na última segunda-feira, 02, para ressaltar sua preocupação em relação ao número de pessoas que estão aguardando as cirurgias e a falta de recursos para as operações.

Enfermeiro ressaltou que está com uma grande expectativa em relação à liberação de emendas com verbas para custeio. “A população talvez não saiba, mas o único tipo de emenda que podemos investir em relação às cirurgias e exames é essa chamada verba para custeio dos Deputados Federais. Estou com uma esperança muito grande em relação ao Deputado Walter Ihoshi. Nesses anos que estou trabalhando na política, entendo que a maioria dos Deputados preferem disponibilizar recursos para infraestrutura e isso me preocupa, pois poucos lutam pelas pessoas que precisam das cirurgias”

O vereador disse que tem certeza que a população jamais esquecerá de quem ajudar a acabar com o sofrimento das filas de espera. “Os parlamentares que destinarem suas emendas para saúde, para as cirurgias eletivas, com certeza, não serão esquecidos pelas famílias. O Prefeito Lucas Pocay está fazendo a sua parte, já investiu o que podia dentro do orçamento e agora a batalha é com os Deputados. Peço para que os meus colegam vereadores falem com os seus Deputados, temos eleição no próximo ano, o momento de agir é agora. Peçam que coloquem uma porcentagem das emendas nas cirurgias eletivas”.

Problema no HR de Assis

Outra questão comentada pelo vereador é o problema que alguns munícipes estão enfrentando em atendimentos no Hospital Regional de Assis, entidade estadual que tem por obrigação abrir vagas para cidades vizinhas.

“Algumas cirurgias eletivas são encaminhadas para o Hospital Regional de Assis. Contudo, ourinhenses que estavam com pré-consulta cirúrgica agendada e que foram até lá, receberam por parte dos médicos a informação de que nossa cidade é que tem o dever de operá-los, não eles. Isso não é verdade, o Hospital Regional é estadual, é obrigado a aceitar nossos munícipes e não tem nenhum direito em devolvê-los. Esse tipo de atitude me tira o chão, jamais vamos aceitar, pois as pessoas estão esperançosas por suas cirurgias”, finalizou.
Próxima
« Prev Post
Anterior
Next Post »