Festival de Rock reúne cerca de cinco mil pessoas na Praça dos Skatistas


O 1º Festival Cultural de Rock de Ourinhos, promovido nos três primeiros dias de setembro levou à Praça dos Skatistas cerca de cinco mil pessoas, segundo a Secretaria Municipal da Cultura. Ao todo 18 bandas se apresentaram no evento que contou ainda com apresentações do globo da morte, oficinas de dança e food trucks. O Secretário de Cultura Rodrigo Donato atribui o sucesso de público à política cultural desenvolvida pelo Prefeito Lucas Pocay de levar a arte a diversos bairros de Ourinhos.

“Estou muito feliz por que essa ideia foi do nosso Prefeito Lucas Pocay. Os eventos de rock’n roll estavam parados na cidade, e a ideia foi resgatar esse espírito do estilo, movimentando as bandas, dando oportunidades de divulgarem o seu som. Da mesma maneira que estamos resgatando o rock’n roll,  resgataremos outros estilos musicais”, destaca Donato.

Para o Prefeito Lucas Pocay, a aceitação do evento faz com que o ano que vem o festival seja ainda melhor. “O resultado foi maravilhoso. Conseguimos reunir muitas famílias. As bandas foram melhor do que o esperado. O pessoal do Skate também estava prestigiando e fazendo parte do festival. Os food trucks movimentando o comércio da cidade. Com certeza ano que vem será ainda melhor”, diz.


Tiago Duarte, vocalista da banda ourinhense Vento Na Cara elogiou o 1º Festival de Rock e o resgate do estilo musical na cidade. O grupo com dez anos de estrada apresentou oito músicas autorias e um cover, levantando o público presente.

 “Acho bacana a iniciativa da prefeitura. Ourinhos tem várias bandas, o rock’n roll é muito amplo e estava faltando um festival aqui na cidade, com shows mais específicos para esse público. A cidade sempre teve os roqueiros, mas há algum tempo o estilo ficou muito tempo defasado na cidade, é legal essa nova gestão dar essa oportunidade de tentar fortalecer o movimento na cidade”, afirma.

Dentro da vertente do rock, o festival contou com bandas gospel, rock pop e punk. O festival contou com dois palcos. Quando terminava um show já começava outro, sem pausas. Paro o ano que vem o objetivo é abrir um edital com premiação para as bandas participantes. Além dos grupos de Ourinhos o evento também trouxe bandas de Agudos, Bauru, Marilia, Ribeirão Claro e Salto Grande.
Próxima
« Prev Post
Anterior
Next Post »