Câmara aprova Frente Parlamentar em Defesa da Vida e da Família proposta pelo vereador Caio Lima


Promover políticas públicas, envolvendo a sociedade civil em ações de proteção dos direitos da família é o objetivo da Frente Parlamentar em Defesa da Vida e Família proposta pelo vereador Caio Lima (PSC) e que foi aprovada durante a 27ª Sessão Ordinária, realiza na última segunda-feira, 21.

Caio ressaltou que seu mandato como vereador é baseado em defender os valores que considera fundamentais para uma sociedade sadia. “A vida, a dignidade da pessoa humana e a família é um tripé que quero defender até o fim. A família é uma luz para a sociedade e os valores devem ser protegidos e promovidos mesmo contrariando as ondas culturais de relativismo ético e materialismo”.

De acordo com o Projeto de Resolução que criou a Frente Parlamentar, será de sua competência acompanhar, colaborar e fiscalizar a política governamental, os projetos e programas direcionados à preservação, promoção e incentivo da proteção e garantia dos direitos constitucionais da vida, família, criança, adolescente e idoso, além de promover estudos, debates e encontros para propor inovações na legislação.

“A Constituição Federal de 88 prevê que a família é a base da sociedade e que deve ter especial proteção do Estado. A Frente Parlamentar fará todos os esforços para garantir que esse direito seja exercido, inclusive lutando para que a família em sentido amplo seja protegida, cuidando para que os direitos fundamentais de todos os membros – crianças, adolescentes, homens, mulheres e idosos tenham acesso à vida digna, saúde, educação, alimentação, moradia, lazer, profissionalização, cultura, solidariedade, liberdade e convivência familiar comunitária”, destacou Caio, que será o presidente da Frente Parlamentar.

As reuniões da Frente Parlamentar serão públicas e estão previstos seminários, audiências públicas, simpósios e encontros. “A participação da população é fundamental para juntos debatermos e promovermos as políticas públicas. Trabalharemos com muito entusiasmo e seriedade, pois se a família não está bem, a sociedade não está bem”, finalizou Caio.
Próxima
« Prev Post
Anterior
Next Post »