Biblioteca recebe 141 novos livros por meio de projeto apresentado à Justiça Federal


A Biblioteca Municipal Tristão de Athaíde recebeu segunda-feira (21), 141 novos livros entre lançamentos, reposições e indicados ao vestibular. A aquisição ocorreu por meio de um projeto apresentado à Justiça Federal, que destina valores arrecadados em penas alternativas de condenados a entidades, associações e instituições sociais ou culturais.

A juíza federal e coordenadora da subseção de Ourinhos, Elídia Aparecida de Andrade Correia, explica que antigamente as penas alternativas, no caso de pagamento em dinheiro (pecuniária), já tinham destino pré-definido, sendo que o próprio condenado fazia o depósito ou a entrega da quantia determinada direto para as entidades sociais.

“No entanto, o CNJ determinou que se criasse uma conta única em que toda pena alternativa pecuniária fosse depositada nela. Sendo assim, a cada seis meses, o juiz das subseções abrem o edital e convocam entidades para apresentação de projetos”, explica a juíza.

Entre outros cinco projetos que foram selecionados na subseção de Ourinhos, a proposta da biblioteca teve valor de R$ 5 mil e permitiu a compra de 141 livros. Segundo Elizabete Ferrer, que participou da elaboração do projeto, a duração de vida de um livro é de até 35 anos.

“A biblioteca possui livros da década de 1970, ou seja, precisávamos urgentemente de uma atualização. Por isso fizemos uma seleção a dedo e de materiais duradouros e de qualidade para dispor pra população livros que durem anos aqui”, conta.

O projeto foi intermediado pela Associação Municipal de Música encabeçada por Bruno Rossignoli. “A Associação é parceira da administração desde seu início de atuação. Se estivermos envolvidos em ação que são em prol da cultura que venha para somar, estamos felizes de fazer parte disso”, fala Bruno.

O Secretário de Cultura, Rodrigo Donato elogia a iniciativa e o trabalho em parceria a prefeitura e a associação. “Estamos contentes de ver a participação efetiva das pessoas atrás de benefícios para a cidade. Essas meninas tiveram um trabalho enorme para cumprir os requisitos do edital e conquistaram algo que irá beneficiar a cidade como um todo por muitos anos. Essa atitude está alinhada ao propósito do prefeito Lucas, unir esforços e construir um novo futuro para Ourinhos nos mais diversos setores”, avalia.
Próxima
« Prev Post
Anterior
Next Post »