Empresários se reúnem com vereadores para pedir mudanças na Cardoso Ribeiro

Encontro aconteceu na Câmara Municipal.
Na terça-feira, 11, o vice-presidente da Associação Comercial e Empresarial de Ourinhos, Alexandre Mariani e o gerente da ACE, Antonio Dirceu Moreira, juntamente com empresários do comércio de Ourinhos e o Padre Celso Alexandre, pároco da Catedral do Senhor Bom Jesus, estiveram na Câmara Municipal para uma reunião com o presidente do Poder Legislativo, Alexandre Dauage. Estiveram presentes também os vereadores Caio Lima, Alexandre Enfermeiro, Cido do Sindicato e Sargento Sérgio, além de representantes da imprensa.

Mariani, representando a ACE Ourinhos, abriu a reunião expondo que, devido às mudanças ocorridas no trânsito central, mais especificamente na rua Cardoso Ribeiro, muitos comerciantes estão sendo prejudicados.

Mariani chegou a protocolar um ofício na Prefeitura Municipal, no Conselho Municipal de Trânsito e na Câmara Municipal de Ourinhos solicitando informações sobre as alterações ocorridas e os respectivos estudos técnicos nos quais se basearam para tal feito. O vice presidente da ACE ressaltou que somente o presidente da Câmara atendeu à reivindicação do ofício, se colocando à disposição da entidade para ajudar a dirimir as dúvidas existentes.

Os empresários presentes na reunião tiveram a oportunidade de relatar as suas dificuldades e enfatizaram que a mudança foi feita de forma impositiva, sem comunicação prévia aos empresários e à própria população.

“Não colocaram faixas, nem nos perguntaram nada. Simplesmente fechamos no sábado de um jeito e quando voltamos na segunda-feira já estava tudo alterado” afirmou Raulino Costa, comerciante da rua Cardoso Ribeiro.

A comerciante Viviane Silvestre Cortez também lamentou as mudanças na via. “Estou estabelecida há 11 anos nesta rua. Dependo de uma área de carga e descarga devido a meus produtos serem pesados e de difícil mobilidade. Até protocolei um ofício para esta situação, mas não obtive resposta alguma”.

Já o padre Celso Alexandre questionou a segurança com relação às crianças que frequentam a catequese no Centro Pastoral. Segundo ele, a faixa de segurança que existia no local foi retirada, a velocidade aumentou e agora os pais não têm mais vagas para que as crianças possam adentrar ou sair dos veículos.

Diante do que foi apresentado, os vereadores se manifestaram e ficou acertado que o presidente da Câmara vai intervir junto ao Executivo Municipal para pleitear informações mais detalhadas. Em breve, uma nova reunião será agendada, se possível com a presença do diretor e do coordenador de trânsito de Ourinhos e demais responsáveis por essa situação.

“Não somos contra mudanças que venham beneficiar Ourinhos. Se Ourinhos melhora, o comércio melhora. Se o comércio melhora, Ourinhos melhora. Fazemos parte desse processo. Toda mudança precisa estar alicerçada nesta base. É isso que pleiteamos. Não podemos ser prejudicados. Nossa obrigação é gerar conforto e praticidade aos consumidores. Quanto menos vagas para estacionar, menos clientes. Acreditamos na capacidade e no bom senso de nosso prefeito. Queremos agradecer aos vereadores que nos atenderam com presteza e solicitude. Tudo será resolvido e esclarecido, não temos dúvida disso”, concluiu Mariani.
Próxima
« Prev Post
Anterior
Next Post »