Polícia Militar Ambiental constata pássaros mantidos ilegalmente em cativeiro em Santa Cruz do Rio Pardo

Pássaros foram encaminhados para a APASS de Assis.
Nesta terça-feira, 21 de junho, policiais militares do 2º Batalhão de Polícia Militar Ambiental, destacados na Base Operacional de Ourinhos, em atendimento de denúncia pelo bairro Parque das Nações, constataram que um criador amador de passeriformes possuía vários pássaros devidamente registrados no SISPASS, porém foram encontradas 02 (duas) aves, das espécies Trinca Ferro e Canário da Terra, sem anilhas de identificação e 01 (uma) Ave com anilha, um Trinca Ferro, mas não constante na sua relação.

Diante dos fatos, foi elaborado o Auto de Infração Ambiental, de Advertência, por ter em cativeiro espécime da fauna silvestre sem autorização do órgão competente, para os pássaros sem anilhas, e concedido um prazo de 15 dias para regularização junto ao órgão competente da ave anilhada porém sem cadastro.

Os pássaros sem anilhas e as gaiolas foram encaminhadas ao APASS de Assis, para readaptação e posterior reinserção em seu habitat natural. O infrator responderá pelo crime ambiental previsto no artigo 29 da Lei Federal 9605/95.
 

A Polícia Militar Ambiental orienta que as denúncias sejam feitas através dos telefones 0800-0555-190, 181 (Disque Denúncia), EMERGÊNCIA 190, ou ainda diretamente às unidades da Polícia Militar Ambiental pelos telefones: (14) 3433.7199 – Marília; (14) 3496.5884 – Tupã; (18) 3323.5111 – Assis; (14) 3322.3077 – Ourinhos.
Próxima
« Prev Post
Anterior
Next Post »