Festa SE NADA DER CERTO em colégio debocha de garis e faxineiras e mostra que JÁ DEU TUDO ERRADO


Até aí, nada de mais. Mas o tema… As fantasias da festa “Se nada der certo” deveriam refletir o rumo que a vida dos alunos tomaria caso não passassem no vestibular. Os alunos do 3º ano do Instituto Evangélico de Novo Hamburgo deste ano e os do Colégio Marista de Porto Alegre em 2015 posaram com fantasias de faxineiras, atendentes do McDonalds, vendedores ambulantes, lixeiros, vendedoras do Boticário, entregadores de pizza…

Depreende-se que, para eles, esta seja a escória da força de trabalho brasileira. A única coisa que não colou muito bem foi a falta de negros nas turmas. Pintar o rosto faria as fantasias ficarem mais verossímeis, não é? Enfim. A gente se pergunta como é possível que dentro de uma instituição de ensino algo desta natureza seja tolerado. Para não dizer estimulado, já que é um evento oficial da escola.

Que sociedade será o reflexo da realidade em que jovens de 16 e 17 anos zombam da forma como a maioria população põe comida na mesa e tenta sobreviver?

Estas fotos mostram que não é preciso reprovar no vestibular para que as coisas não deem certo. Elas já deram muito errado.



























NOTA DE ESCLARECIMENTO
A Instituição Evangélica de Novo Hamburgo – IENH vem a público, por meio desta nota, esclarecer a sua posição em virtude da atividade "Se Nada Der Certo", realizada no dia 17 de maio de 2017, pelos alunos da 3ª série do Ensino Médio e publicada no site Bombô (bombors.com.br).
A IENH é uma instituição de ensino com 185 anos de tradição em Novo Hamburgo e no decorrer da sua história sempre prezou pela formação pautada em valores. Com professores e funcionários comprometidos com a educação, já formou inúmeros profissionais que atuam nas mais diversas áreas do mercado de trabalho.
A IENH, bem como os seus estudantes, através da referida atividade, em momento algum teve a intenção de discriminar determinadas profissões, até porque muitas delas fazem parte do próprio quadro administrativo e são essenciais para o bom funcionamento da Instituição.
 A atividade "Se Nada Der Derto" faz parte do projeto Dia D, prática comum nas escolas da região e Grande Porto Alegre, que tem como objetivo promover momentos de integração e descontração entre os formandos do Ensino Médio, tendo em vista o encerramento da etapa que culmina com a busca da aprovação no vestibular e ingresso no Ensino Superior.
O objetivo principal dessa atividade foi trabalhar o cenário de NÃO APROVAÇÃO NO VESTIBULAR, de forma alguma foi fazer referência ao "não dar certo na vida".
Atividades como essa auxiliam na sensibilização dos alunos quanto a conscientização da importância de pensar alternativas no caso de não sucesso no vestibular e também a lidar melhor com essa fase.
Dessa forma, a IENH pede desculpas pelo mal entendido com a concepção e realização da atividade que não teve o objetivo de discriminação enfatizado nas redes sociais. Também destacamos que todas as colocações e situações oriundas certamente serão temas de discussão e aprendizado em sala de aula.
Equipe Diretiva e Pedagógica da IENH
Próxima
« Prev Post
Anterior
Next Post »