Câmara sedia encontro da Rede de Proteção às Crianças e Adolescentes com Deficiência


A Câmara Municipal de Ourinhos sediou nesta quinta-feira, 11, mais um encontro da rede de Proteção às Crianças e Adolescentes com Deficiência. O evento faz parte de um projeto desenvolvido pela APAE São Paulo, que conta com o apoio do CONDECA (Conselho Estadual dos Direitos das Crianças e dos Adolescentes) e do Governo do Estado de São Paulo, e que objetiva fomentar o debate e a articulação da rede de proteção do município na prevenção à violência contra as pessoas com deficiência.


A rede de proteção é formada pelas áreas de atendimento da saúde, educação, assistência social e justiça do município. Ourinhos foi uma das 12 cidades do Estado escolhidas para participar desse importante programa. O evento dessa quinta-feira reuniu representantes de todas as áreas da rede de proteção e contou com uma palestra da psicóloga Rita de Cássia Barbosa sobre violência.
“Mostramos dados a respeito da violência contra crianças e adolescentes e ressaltamos que não existem números específicos de violência contra crianças e adolescentes com deficiência, mesmo sendo um público tão vulnerável. O intuito é levar a reflexão sobre esses dados, quais as consequências da violência, como as pessoas com deficiência podem ser acolhidas e quais os órgãos que trabalham com as denúncias, para depois entendermos como funciona cada tipo de violência, quais as características que diferenciam uma da outra. Depois trabalhamos a forma de prevenção mais profunda, que é através da sociedade inclusiva”, contou a psicóloga.


O Presidente da Câmara Alexandre Araújo Dauage “Alexandre Zóio” (PRB) fez questão de acompanhar o evento. “Quero parabenizar a APAE de São Paulo pelo projeto. É muito importante estarmos atentos e atualizados, temos que priorizar os direitos das crianças e adolescentes com deficiência. Fico feliz por Ourinhos ter sido escolhida uma das cidades para receber esse projeto, nossos profissionais ficarão cada vez mais qualificados. Gostaria de agradecer também todos os presentes, isso demonstra o interesse do município em aplicar políticas públicas voltadas às crianças e adolescentes com deficiência”, ressaltou.
Próxima
« Prev Post
Anterior
Next Post »