Servidores aprovam contraproposta com 2% de reajuste salarial e encerram processo de Greve

Edinilson Ribeiro, presidente do sindicato dos servidores

Assembleia com os Servidores Municipais definiu o desfecho das negociações

Os Servidores Municipais e Autárquicos de Ourinhos se reuniram em Assembleia na noite desta quinta-feira, 27 de abril, para definir os rumos das negociações com o Poder Executivo. Através de uma votação democrática, a maioria decidiu por aceitar a contraproposta oferecida pelo Chefe do Executivo e, também, em finalizar o movimento grevista.

O início da Assembleia contou com a fala do Presidente Edinilson Ribeiro da Silva alertando sobre a Greve Geral que será realizada amanhã, sexta-feira, 28 de abril, que protesta contra as Reformas da Previdência, Trabalhista e a nova Lei da Terceirização. Segundo o presidente do SINSERPO – Sindicato dos Servidores Municipais e Autárquicos de Ourinhos e Região, estas medidas afetarão também os Servidores Públicos.

Em seguida, foram lidas as atas das reuniões de negociação, ocorridas nos dias 17 e 24 de abril respectivamente. Ali também foi explicada qual fora a contraproposta oferecida pelo Poder Executivo. Ao final da leitura, os Servidores puderam apreciar e votar a contraproposta, sendo a mesma aprovada, colocando um ponto final no Movimento de Greve. Confira abaixo os principais itens oferecidos pela Administração Municipal e aprovados pelos Servidores Municipais:

- Reajuste de 2% nos salários a partir de Setembro;
- Os dias de paralisação grevista não serão descontados no pagamento;
- O restante da inflação (2,7%) será dividido e pago em Março de 2018 e 2019, sem prejuízo da correção inflacionária do período nos anos seguintes;
- Retomada das negociações sobre a universalização do Vale Alimentação em Outubro;
- Bônus natalino com valor mínimo de R$ 100 a ser recebido a partir de Novembro;
- Criação de instância para discutir sobre qualquer projeto de lei que envolva os Servidores Municipais.
Próxima
« Prev Post
Anterior
Next Post »