José Luis Paixão "Zé Neguinho", o professor das fanfarras


Segundo especialistas a educação através da música favorece a aprendizagem. O processo de construção do conhecimento musical desperta e desenvolve o gosto pela música, contribuindo para a coordenação motora, memorização, socialização, senso de coletividade, expressividade e percepção espacial do aluno. Há décadas os municípios de todo o Brasil apoiam projetos de fanfarras nas escolas municipais no intuito de estimular a motivação dos jovens para uma convivência em grupo em torno de uma atividade que sensibiliza, disciplina e educa as atitudes, propiciando ao estudante manter o vínculo com o universo escolar, a cultura e a arte.

José Luís Paixão
Ourinhos conta com profissionais que desempenham um lindo trabalho com crianças e adolescentes através das fanfarras. O Jornal do Povo conversou com um deles. José Luís Paixão "Zé Neguinho" falou a nossa reportagem sobre a satisfação de contribuir para a educação de centenas de jovens. "Cerca de 200 alunos passaram pelas minhas aulas até o final do ano passado através do projeto de fanfarras da Prefeitura Municipal. É gratificante ver o desenvolvimento deles ao longo dos anos. Estou iniciando uma nova etapa este ano, onde busco apoio da iniciativa privada para continuar meu trabalho. Também existe a expectativa do município retomar o projeto com fanfarras e para o bem das crianças espero que isso aconteça", destacou.

O ponto alto das apresentações das fanfarras é o desfile cívico anual de 7 de setembro, onde todos se encantam com a habilidade e talento dos alunos e professores. Na plateia, os adultos admiram e as crianças sonham no ritmo da percussão enquanto a fanfarra passa. Sem dúvida a prática da cidadania pelo exercício da participação em projetos coletivos, entre outros benefícios, melhora a autoestima, trazendo reflexo imediato na qualidade de vida do aluno.
Próxima
« Prev Post
Anterior
Next Post »