Profissionais da Saúde são capacitados para incluir pacientes na fila do SUS

Share:

Fazendo parte do Programa de capacitação contínua implementado pelo Prefeito Lucas Pocay, os chefes das unidades de Saúde de Ourinhos participaram na sexta-feira (03) de uma capacitação para incluir pacientes na fila do SUS (Sistema Único de Saúde). A ação faz parte de uma série de treinamentos que visa melhorar a qualidade do atendimento de saúde na cidade. O principal assunto apresentado no treinamento foi a forma de cadastramento dos pacientes ao CROS, um sistema de regulação de filas de espera. “Através dessa central, a Secretaria de Estado de Saúde tem o controle de toda a demanda de atendimento que é realizado não somente na cidade e na região, mas em todo o estado”, explica o Secretário Adjunto da Secretaria de Saúde, Dany Eudes Romeira.

“Quando um paciente for cadastrado em uma unidade de saúde próxima a sua casa, será feita uma ficha eletrônica com todos os dados pertencentes a ele. Sendo assim, essas informações passam a ser controlada pelo Estado. Por isso, é preciso que os formulários sejam preenchidos da forma correta”, completa.

Havendo o controle eletrônico, o Estado consegue identificar a maior demanda e remanejar as vagas de acordo com a necessidade de cada município. Em Ourinhos, as filas de espera são para a Santa Casa de Misericórdia de Ourinhos e o AME (Ambulatório Médico de Especialidade). Além disso, com este controle, também há a possibilidade de elevar o número de vagas de atendimento e também a destinação de verba para determinada cidade.

A coordenadora de planejamento da Secretaria de Saúde, Maria Edite de Castro, participou de uma reunião na DRS (Diretoria Regional de Saúde) em Marília e trouxe o treinamento para Ourinhos. Segundo ela, o objetivo é atualizar os profissionais e melhorar o atendimento nas unidades de saúde. “Nós temos diversos novos profissionais trabalhando conosco. A reciclagem é extremamente importante neste contexto. Todo atendimento que é realizado pelo profissional de Saúde tem de ser fornecido os dados para o Ministério da Saúde para prestação de conta. As capacitações tem como objetivo garantir que nossos profissionais atendam as exigências”, fala.