Polícia Militar Ambiental apreende arma de fogo em Ourinhos




Nesta sexta-feira, 03 de fevereiro, policiais militares do 2º Batalhão de Polícia Militar Ambiental, destacados no 1º Pelotão de Marília, em atendimento de denúncia, fiscalizaram uma residência pelo bairro Douradão e localizaram uma espingarda calibre 32 e uma ave da espécie Sabiá Barranco mantida ilegalmente em cativeiro.

Diante dos fatos, o envolvido foi encaminhado à Delegacia de Polícia do município, onde prestou depoimento e foi liberado, sendo o armamento apreendido e encaminhado para perícia. Administrativamente foi elaborado o Auto de Infração Ambiental, no valor de R$ 500,00, por manter em cativeiro espécimes da fauna silvestre sem autorização do órgão competente.

O pássaro foi libertado em seu habitat natural, tendo em vista seu estado bravio. O infrator responderá pelo crime de posse irregular de arma de fogo conforme artigo 12 da Lei Federal 10.826/03 e o crime ambiental previsto no artigo 29 da Lei Federal 9605/95.

A Polícia Militar Ambiental orienta que as denúncias sejam feitas através dos telefones 0800-0555-190, 181 (Disque Denúncia), EMERGÊNCIA 190, ou ainda diretamente às unidades da Polícia Militar Ambiental pelos telefones: (14) 3433.7199 – Marília; (14) 3496.5884 – Tupã; (18) 3323.5111 – Assis; (14) 3322.3077 – Ourinhos.






Nesta sexta-feira, 03 de fevereiro, policiais militares do 2º Batalhão de Polícia Militar Ambiental, destacados no 1º Pelotão de Marília, em atendimento de denúncia, fiscalizaram uma residência pelo bairro Douradão e localizaram uma espingarda calibre 32 e uma ave da espécie Sabiá Barranco mantida ilegalmente em cativeiro.

Diante dos fatos, o envolvido foi encaminhado à Delegacia de Polícia do município, onde prestou depoimento e foi liberado, sendo o armamento apreendido e encaminhado para perícia. Administrativamente foi elaborado o Auto de Infração Ambiental, no valor de R$ 500,00, por manter em cativeiro espécimes da fauna silvestre sem autorização do órgão competente.

O pássaro foi libertado em seu habitat natural, tendo em vista seu estado bravio. O infrator responderá pelo crime de posse irregular de arma de fogo conforme artigo 12 da Lei Federal 10.826/03 e o crime ambiental previsto no artigo 29 da Lei Federal 9605/95.

A Polícia Militar Ambiental orienta que as denúncias sejam feitas através dos telefones 0800-0555-190, 181 (Disque Denúncia), EMERGÊNCIA 190, ou ainda diretamente às unidades da Polícia Militar Ambiental pelos telefones: (14) 3433.7199 – Marília; (14) 3496.5884 – Tupã; (18) 3323.5111 – Assis; (14) 3322.3077 – Ourinhos.

Próxima
« Prev Post
Anterior
Next Post »