Intercâmbio, uma experiência para todas as idades




A professora de história, Giane de Souza Silva, de 50 anos fala sobre a motivação para estudar no exterior

O intercâmbio é uma experiência única para as pessoas. Aprender um novo idioma e ainda conhecer outros países trazem grandes benefícios para os viajantes, não importa em qual fase da vida se encontrem. A professora de história da rede estadual de Londrina, Giane de Souza Silva, de 50 anos, realizou o projeto que tinha de viajar sozinha e fazer um intercâmbio em um país de língua inglesa. E pela unidade de Ourinhos da CI – Intercâmbio e Viagem, ela foi para Brighton, na Inglaterra, vivência essa que indica para todos.

Fugindo das viagens apenas para recreação, o intercâmbio começa a sair da exclusividade dos jovens e a alcançar um público cada vez mais maduro, que além do descanso busca aperfeiçoar suas habilidades. “Resolvi fazer o intercâmbio para testar meu conhecimento em inglês e para uma superação na vida também, pois foi uma viagem que fiz sozinha para identificar meus limites com a língua e enfrentar o medo do desconhecido”, comenta Giane.

Para a professora de história, a idade não foi um empecilho na hora de decidir fazer a viagem, muito pelo contrário, foi um motivador. “A idade não é um impedimento para ter uma experiência dessa, deve ser, aliás, um objetivo de aprendizado e crescimento pessoal. Não é porque passou dos cinquenta que tem que ficar de pijama em casa”, defende.

Até mesmo a escolha do país reflete a personalidade da intercambista, e cooperou para a experiência agradável que Giane teve em Brighton. “É muito importante entender o perfil da viajante para indicar qual o melhor destino para ela conhecer. Para a Giane, identificamos que o intercâmbio ideal era o para a Inglaterra, primeiro pela escolha em aprender a língua inglesa, depois por ser um país de uma história antiga e riquíssima, agradando o lado professora de história dela, e por último o custo final, que ficou dentro do orçamento”, comenta a gerente da CI Ourinhos, Rafaela Lopes.

Para a viajante, a contratação da empresa de intercâmbio foi fundamental para o sucesso da viagem. “A CI cuidou de todos os detalhes. Desde me auxiliar na decisão do lugar que queria ir, documentação necessária, contrato com a escola, compra de moeda estrangeira, orientação sobre a viagem – pessoalmente e por meio das redes sociais - e até fazendo check-in. Sou muito agradecida e fez-me sentir muito segura”.

Giane retornou com uma bagagem cheia de experiências novas, amigos de diversas partes do mundo e lembranças de todos os lugares que visitou, e não tem dúvida sobre o bem que a viagem fez para ela. A professora pretende continuar suas viagens e já planeja conhecer o Canadá. “Foi o primeiro e com certeza não será o último. Seja ousada com a sua vida. Eu, com certeza, sou mais feliz agora por ter podido realizar esse projeto”, completa a professora.

Sobre a CI

A CI – Intercâmbio e Viagem – foi criada em 1988, na cidade de São Paulo. Em 28 anos de história, a agência já expandiu para 19 estados brasileiros, além do Distrito Federal, com mais de 100 unidades contratadas. Ao longo da sua história, a empresa foi responsável pelo embarque de mais de meio milhão de clientes para o exterior. Só em 2015, foram cerca de 70 mil pessoas embarcadas. A CI trabalha com experiências internacionais únicas, seja para estudo, trabalho ou turismo. Cursos no Exterior, High School, Intercâmbio Teen, Trabalhar e Estudar e Mochilão são os programas mais procurados, principalmente, entre jovens com idades entre 13 e 35 anos. A CI também possui um mundo de experiências com as unidades de negócios que fazem parte do grupo, como a CI Experience Brazil, responsável pelos programas incoming – que trazem estrangeiros para o Brasil; a Amaze, empresa especializada em viagens para estudantes do Ensino Fundamental e Médio; a Amaze Sports; a CI Universidades; a CI Seguros; e a CI Vistos. A empresa foi eleita cinco vezes, pela Revista Viagem e Turismo, como a melhor empresa de intercâmbio do Brasil e também recebeu o prêmio Top of Mind Datafolha, por ser a empresa de intercâmbio mais lembrada pelos paulistanos. Além de ter ganho três vezes o Top Educação e duas vezes o ST Star Awards.







A professora de história, Giane de Souza Silva, de 50 anos fala sobre a motivação para estudar no exterior

O intercâmbio é uma experiência única para as pessoas. Aprender um novo idioma e ainda conhecer outros países trazem grandes benefícios para os viajantes, não importa em qual fase da vida se encontrem. A professora de história da rede estadual de Londrina, Giane de Souza Silva, de 50 anos, realizou o projeto que tinha de viajar sozinha e fazer um intercâmbio em um país de língua inglesa. E pela unidade de Ourinhos da CI – Intercâmbio e Viagem, ela foi para Brighton, na Inglaterra, vivência essa que indica para todos.

Fugindo das viagens apenas para recreação, o intercâmbio começa a sair da exclusividade dos jovens e a alcançar um público cada vez mais maduro, que além do descanso busca aperfeiçoar suas habilidades. “Resolvi fazer o intercâmbio para testar meu conhecimento em inglês e para uma superação na vida também, pois foi uma viagem que fiz sozinha para identificar meus limites com a língua e enfrentar o medo do desconhecido”, comenta Giane.

Para a professora de história, a idade não foi um empecilho na hora de decidir fazer a viagem, muito pelo contrário, foi um motivador. “A idade não é um impedimento para ter uma experiência dessa, deve ser, aliás, um objetivo de aprendizado e crescimento pessoal. Não é porque passou dos cinquenta que tem que ficar de pijama em casa”, defende.

Até mesmo a escolha do país reflete a personalidade da intercambista, e cooperou para a experiência agradável que Giane teve em Brighton. “É muito importante entender o perfil da viajante para indicar qual o melhor destino para ela conhecer. Para a Giane, identificamos que o intercâmbio ideal era o para a Inglaterra, primeiro pela escolha em aprender a língua inglesa, depois por ser um país de uma história antiga e riquíssima, agradando o lado professora de história dela, e por último o custo final, que ficou dentro do orçamento”, comenta a gerente da CI Ourinhos, Rafaela Lopes.

Para a viajante, a contratação da empresa de intercâmbio foi fundamental para o sucesso da viagem. “A CI cuidou de todos os detalhes. Desde me auxiliar na decisão do lugar que queria ir, documentação necessária, contrato com a escola, compra de moeda estrangeira, orientação sobre a viagem – pessoalmente e por meio das redes sociais - e até fazendo check-in. Sou muito agradecida e fez-me sentir muito segura”.

Giane retornou com uma bagagem cheia de experiências novas, amigos de diversas partes do mundo e lembranças de todos os lugares que visitou, e não tem dúvida sobre o bem que a viagem fez para ela. A professora pretende continuar suas viagens e já planeja conhecer o Canadá. “Foi o primeiro e com certeza não será o último. Seja ousada com a sua vida. Eu, com certeza, sou mais feliz agora por ter podido realizar esse projeto”, completa a professora.

Sobre a CI

A CI – Intercâmbio e Viagem – foi criada em 1988, na cidade de São Paulo. Em 28 anos de história, a agência já expandiu para 19 estados brasileiros, além do Distrito Federal, com mais de 100 unidades contratadas. Ao longo da sua história, a empresa foi responsável pelo embarque de mais de meio milhão de clientes para o exterior. Só em 2015, foram cerca de 70 mil pessoas embarcadas. A CI trabalha com experiências internacionais únicas, seja para estudo, trabalho ou turismo. Cursos no Exterior, High School, Intercâmbio Teen, Trabalhar e Estudar e Mochilão são os programas mais procurados, principalmente, entre jovens com idades entre 13 e 35 anos. A CI também possui um mundo de experiências com as unidades de negócios que fazem parte do grupo, como a CI Experience Brazil, responsável pelos programas incoming – que trazem estrangeiros para o Brasil; a Amaze, empresa especializada em viagens para estudantes do Ensino Fundamental e Médio; a Amaze Sports; a CI Universidades; a CI Seguros; e a CI Vistos. A empresa foi eleita cinco vezes, pela Revista Viagem e Turismo, como a melhor empresa de intercâmbio do Brasil e também recebeu o prêmio Top of Mind Datafolha, por ser a empresa de intercâmbio mais lembrada pelos paulistanos. Além de ter ganho três vezes o Top Educação e duas vezes o ST Star Awards.

Próxima
« Prev Post
Anterior
Next Post »