Febre Amarela é tema de palestra promovida pela Secretaria de Saúde




A Febre Amarela foi o tema principal de palestra realizada terça-feira (14) na Câmara Municipal, pela Secretaria de Saúde. O evento reuniu em torno de 100 profissionais da rede municipal e teve como objetivo prepará-los para identificar qualquer suspeita da doença no atendimento à população, além de orientar sobre vacinação e cuidados.

A secretária de Saúde, Cássia Borges Palhas, reforça que embora Ourinhos não tenha notificações da doença é importante que médicos, enfermeiros e profissionais de uma forma geral estejam capacitados. “Este foi um pedido do Prefeito Lucas Pocay para que a Secretaria estivesse capacitando esses profissionais, já que hoje tem se falado muito sobre a Febre Amarela, inclusive com casos da doença ocorridos em Minas Gerais, casos de epizootia em Ribeirão Preto e o caso recente na cidade de Santa Cruz do Rio Pardo. Nessas horas, a informação é a melhor forma para lidar com a situação”, explica. 

O médico infectologista Luís Augusto Mazzetto falou sobre os grupos de riscos e da importância em levar as crianças com nove meses de vida para tomar a primeira dose (a segunda dose é aos 4 anos). Pessoas que vão viajar para áreas de riscos também devem tomar a vacina. A secretária reforça para que a população não se esqueça de levar a carteirinha de vacinação. “A dose é contraindicada para crianças menores de seis meses, idosos acima dos 60 anos, gestantes, mulheres que amamentam, crianças até seis meses, pacientes em tratamento de câncer, pessoas imunodeprimidas e pessoas com alergia a ovo”, informa Cássia.

A secretária faz uma avaliação positiva do encontro e acredita que capacitação nunca é demais. “Sempre devemos aprender e aprimorar, estar preparado e capacitar a rede para estar pronto para atender a população em relação a qualquer eventualidade que venha a ocorrer”, fala Cássia. Estiveram presentes 11 médicos de Ourinhos, representantes das faculdades Estácio de Sá e da FIO, Santa Casa de Misericórdia de Ourinhos, Laboratórios e profissionais da rede. Os vereadores Raquel Spada, Abel Fiel e Anísio também marcaram presença.

Funcionamento dos Postos de Saúde para aplicação da vacina contra a Febre Amarela:
Parque Minas Gerais, às segundas, das 9h às 17h.
CAIC, às quintas, das 9h às 17h.
Vila Brasil, às quartas, das 9h às 17h.
Vila São Luiz, de segunda à quinta, das 9h às 17h.
Vila Margarida, às sextas, das 9h às 17h.
COHAB, às terças, das 9h às 17h.
Vila Odilon, às quartas, das 9h às 17h.
UBS Jd. Itamarati, das 9h às 17h .
Postão Central, às quartas, das 9h às 17h.






A Febre Amarela foi o tema principal de palestra realizada terça-feira (14) na Câmara Municipal, pela Secretaria de Saúde. O evento reuniu em torno de 100 profissionais da rede municipal e teve como objetivo prepará-los para identificar qualquer suspeita da doença no atendimento à população, além de orientar sobre vacinação e cuidados.

A secretária de Saúde, Cássia Borges Palhas, reforça que embora Ourinhos não tenha notificações da doença é importante que médicos, enfermeiros e profissionais de uma forma geral estejam capacitados. “Este foi um pedido do Prefeito Lucas Pocay para que a Secretaria estivesse capacitando esses profissionais, já que hoje tem se falado muito sobre a Febre Amarela, inclusive com casos da doença ocorridos em Minas Gerais, casos de epizootia em Ribeirão Preto e o caso recente na cidade de Santa Cruz do Rio Pardo. Nessas horas, a informação é a melhor forma para lidar com a situação”, explica. 

O médico infectologista Luís Augusto Mazzetto falou sobre os grupos de riscos e da importância em levar as crianças com nove meses de vida para tomar a primeira dose (a segunda dose é aos 4 anos). Pessoas que vão viajar para áreas de riscos também devem tomar a vacina. A secretária reforça para que a população não se esqueça de levar a carteirinha de vacinação. “A dose é contraindicada para crianças menores de seis meses, idosos acima dos 60 anos, gestantes, mulheres que amamentam, crianças até seis meses, pacientes em tratamento de câncer, pessoas imunodeprimidas e pessoas com alergia a ovo”, informa Cássia.

A secretária faz uma avaliação positiva do encontro e acredita que capacitação nunca é demais. “Sempre devemos aprender e aprimorar, estar preparado e capacitar a rede para estar pronto para atender a população em relação a qualquer eventualidade que venha a ocorrer”, fala Cássia. Estiveram presentes 11 médicos de Ourinhos, representantes das faculdades Estácio de Sá e da FIO, Santa Casa de Misericórdia de Ourinhos, Laboratórios e profissionais da rede. Os vereadores Raquel Spada, Abel Fiel e Anísio também marcaram presença.

Funcionamento dos Postos de Saúde para aplicação da vacina contra a Febre Amarela:
Parque Minas Gerais, às segundas, das 9h às 17h.
CAIC, às quintas, das 9h às 17h.
Vila Brasil, às quartas, das 9h às 17h.
Vila São Luiz, de segunda à quinta, das 9h às 17h.
Vila Margarida, às sextas, das 9h às 17h.
COHAB, às terças, das 9h às 17h.
Vila Odilon, às quartas, das 9h às 17h.
UBS Jd. Itamarati, das 9h às 17h .
Postão Central, às quartas, das 9h às 17h.

Próxima
« Prev Post
Anterior
Next Post »