Polícia Ambiental aborda condutor de motocicleta transportando pássaro nativo em Ourinhos


Neste domingo, 03 de julho, policiais militares do 2o Batalhão de Polícia Militar Ambiental, destacados na Base Operacional de Ourinhos/SP, durante patrulhamento ambiental pelo bairro Jardim Vereda I, quando avistaram duas pessoas em uma motocicleta Honda/Biz em atitude suspeita, onde tentaram empreender fuga da viatura, porém, sem êxito, que foram logo abortados e na busca veicular e pessoal, foi encontrado um pássaro da espécie pintassilgo da
cabeça preta, que havia sido capturado no município de Canitar/SP, sem licença ambiental competente, ainda assim, a patrulha realizou diligência na casa dos envolvidos e encontrou mais uma espécie de pintassilgo da cabaça preta e um canário da terra verdadeiro, ambos sem licença ambiental.
 

Diante disto, os policiais militares ambientais lavraram três Autos de Infração Ambiental, totalizando de R$ 2.000,00, por transportar espécime da fauna silvestre nativa, sem autorização do órgão ambiental competente e por ter em cativeiro espécime da fauna silvestre nativa, sem autorização do órgão ambiental competente.

Os pássaros foram reintroduzidos em seu habitat natural, por apresentarem indícios de recém captura. Os infratores responderão pelos crimes ambientais de ter pássaro silvestre em cativeiro, cuja pena é de detenção de seis meses a um ano e multa; e o crime de transporte de animal silvestre, cuja pena é de detenção de seis meses a um ano e multa.
 

A Polícia Militar Ambiental orienta que as denúncias sejam feitas através dos telefones 0800-0555-190, 181 (Disque Denúncia), EMERGÊNCIA 190, ou ainda diretamente às unidades da Polícia Militar Ambiental pelos telefones: (14) 3433.7199 – Marília; (14) 3496.5884 – Tupã; (18) 3323.5111 – Assis; (14) 3322.3077 – Ourinhos.

Próxima
« Prev Post
Anterior
Next Post »