Vigilância Epidemiológica alerta população para eliminar criadouros do mosquito Aedes Aegypti


Dengue tem baixa transmissão em Ourinhos, apenas 2 casos foram registrados em junho

A Vigilância Epidemiológica informa que até esta sexta-feira, 24, foram confirmados no ano de 2016 em Ourinhos 88 casos de dengue, sendo 85 autóctones e 3 importados. No mês de junho apenas 2 casos da doença.
 

Mesmo com o baixo número de transmissão e com uma situação controlada é importante a colaboração da população na continuidade do combate ao mosquito Aedes Aegypti, transmissor da doença.
 

Lembrando que durante o inverno os cuidados para combater o mosquito devem ser mantidos, visto que o Aedes também se reproduz no período mais frio do ano.
 

A Vigilância Epidemiológica ressalta que durante o inverno, mesmo que pouco utilizadas ou não utilizadas, as piscinas devem ser mantidas devidamente tratadas para evitar que se tornem um imenso criadouro do mosquito Aedes.     Além disso, as pessoas que viajarão nas férias de julho devem deixar suas casas em ordem, sem nenhum tipo de lugar e/ou utensílio que possa acumular água de chuva.
 

A ação mais simples para prevenção da dengue é evitar o nascimento do mosquito Aedes Aegypti, já que não existem vacinas ou medicamentos que combatam a contaminação. Para isso, é preciso eliminar os lugares que eles escolhem para a reprodução. A regra básica é não deixar a água, principalmente limpa, parada em qualquer tipo de recipiente.
Próxima
« Prev Post
Anterior
Next Post »