Dança - Teatro Municipal recebe espetáculo “Velox” nesta terça-feira


Na noite desta terça-feira, 14, o Teatro Municipal de Ourinhos receberá o espetáculo “Velox” da internacionalmente renomada Cia. de Dança Deborah Colker, cuja coreógrafa e diretora é a responsável pela direção de movimento de cerca de 12 mil pessoas nas Cerimônias de Abertura dos Jogos Olímpicos Rio 2016.
 

O espetáculo surgiu em 1995, com a proposta de dialogar com o mundo dos esportes e o cotidiano. "Velox" envolve temas que têm como fio condutor o estudo do movimento: mecânica, cotidiano, alpinismo, lutas marciais e esportes. Alguns temas surgem de maneira impactante, como no momento em que os bailarinos levam a coreografia para o alto de uma parede. A companhia tem o patrocínio da Petrobrás.
 

A apresentação pública será às 21h, com ingressos a R$ 40,00 (inteira) que já estão à venda na bilheteria do Teatro Municipal Miguel Cury. Em outros munícipios como Maringá e Rio Preto, o mesmo ingresso custou R$ 85,00 e R$ 80,00 respectivamente.
 

Essa condição diferenciada só foi possível graças a parcerias fundamentais, como a do Ibis Hotel. O Grupo Castor, mantenedor do Ibis, é um dos constantes parceiros da Cultura em Ourinhos, o que propicia ao público local acesso a espetáculos dessa envergadura.

Secretaria de Cultura
 

Ourinhos foi inserida no roteiro da turnê 2016 da cia., que inclui cidades como Campinas, Florianópolis, Maringá, São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba e Rio Preto, através de uma articulação ainda na gestão do ex-secretário Fernando Cavezale com a companhia, continuada com êxito pelo atual secretário, Julio Cesar de Oliveira.
 

A Secretaria de Cultura de Ourinhos conseguiu ainda uma apresentação extra exclusiva para alunos e professores da Escola Municipal de Bailado a um valor simbólico, considerando a importância da cidade como centro de formação em dança.
   
Deborah Colker

Deborah Colker é um dos ícones da dança no Brasil ou, como melhor definição de seu trabalho, uma especialista em movimento. Tem passagens célebres por todos os campos onde a expressão corporal é parte importante, do circo ao videoclip, da televisão à passarela do Samba. Para citar algumas participações, Deborah foi responsável pela elaboração dos movimentos dos cachorros da TV Colosso, sucesso na Tv brasileira nos anos 90. Participou de inúmeras montagens teatrais, muitas delas pelas mãos, inicialmente, da atriz Dina Sfat, e mais tarde do consagrado encenador Ulysses Cruz, quem cunhou a expressão “diretora de movimento” especialmente para Deborah. Na avenida, coreografou por diversas vezes comissões de frente para escolas de samba, como, Mangueira, Viradouro e Imperatriz.
 

Largamente reconhecida pela crítica internacional, a excelência de seu trabalho como coreógrafa foi honrada em 2001 com o Laurence Olivier Award na categoria “Oustanding Achievement in Dance" (realização mais notável em dança). Na Copa do Mundo da Alemanha, foi convidada pela FIFA para dar vida ao único espetáculo de dança a figurar na grade de atividades culturais da Copa do Mundo 2006 (Maracanã). Em 2009, assinou a criação do novo espetáculo do Cirque de Soleil – Ovo, uma viagem lúdica pelo mundo dos insetos.
Próxima
« Prev Post
Anterior
Next Post »