Ladrões tentam roubar casa em Ribeirão do Sul e se dão mal, vítima reage e acerta um



No sábado, dia 14, por volta de 2h15, ainda não sabendo quantos participaram da tentativa de roubo, ladrões armados entraram em uma chácara na entrada de Ribeirão do Sul e, como a porta da casa não estava aberta, a arrombaram com pontapés.

O proprietário, ao perceber a tentativa de roubo, gritou a mulher que estariam na casa e se armou de um revólver.

Um dos ladrões, armado de uma pistola 7.65 carregada com 14 cartuchos intactos, imediatamente ao arrombamento adentrou na casa, porém foi recebido por 05 disparos efetuados pelo proprietário e, após trocar tiros (disparou 3 vezes), foi atingido por um disparo da vítima, deixou cair a pistola e evadiu-se, tomando rumo ignorado. Possivelmente outros envolvidos tenham se evadido primeiro ao som dos disparos e fuga do primeiro que adentrou na residência.

Assustada, a vítima comunicou a Polícia Militar que esteve presente na chácara e comunicou a Polícia Civil, porém, apenas recolheu a pistola, ainda com 11 cartuchos intactos deixados pelo ladrão, documentando os fatos.

Por volta de 16h49 do dia 15, policiais militares da Rádio Patrulha da cidade de Palmital passando pelo bairro Paraná, perceberam quando o indiciado chegou em sua residência, na rua Paulo Virgílio, com um curativo no ombro esquerdo e, por ser indivíduo conhecido por antecedentes criminais, suspeitaram e seguiram até o Pronto Socorro onde indagaram e receberam a informação que o mesmo teria sido medicado porque surgiu com um ferimento de arma de fogo no ombro esquerdo.

De posse das informações, agora com o apoio de policiais militares de Assis, foram até a residência do indiciado onde encontraram uma blusa e uma camiseta vermelha com duas perfurações de bala e sangue, além de uma calça de moleton com carrapicho.

Indagado, o indiciado confessou que participou de um roubo em uma chácara em Ribeirão do Sul, onde segundo informações o proprietário tinha muito dinheiro, mas que a vítima o teria recebido com disparos, onde um deles o acertou, quando evadiu-se.

Dessa forma, os policiais militares de Palmital e Assis deram voz de prisão ao mesmo e o conduziram a Delegacia de Polícia Civil de Ribeirão do Sul, onde o Dr. José Crisci Manzano ratificou a voz de prisão e após a documentação dos fatos o encaminhou a cadeia pública de São Pedro do Turvo.
Próxima
« Prev Post
Anterior
Next Post »