Após pouco mais de um dia bloqueado, WhatsApp está volta

Nesta terça-feira (3) O desembargador Ricardo Múcio Santana de Abreu Lima, do Tribunal de Justiça de Sergipe, decidiu revogar a proibição do WhatsApp no Brasil –o magistrado reconsiderou a decisão do colega plantonista Cezário Siqueira Neto, que durante a madrugada negou recurso impetrado pela empresa para liberar o uso da ferramenta.


O bloqueio

Pela segunda vez em pouco mais de quatro meses, um juiz de Sergipe ordenou o bloqueio do aplicativo de troca de mensagens mais utilizado no Brasil, o WhatsApp.

Com a decisão, da tarde de segunda até esta terça-feira milhões de donos de smartphones de todo o país, buscaram alternativas para se comunicarem.

A ordem de suspensão por 72 horas partiu do juiz Marcel Maia Montalvão que atendeu a um pedido feito pela Polícia Federal.

A alegação é de que o WhatsApp se recusou a quebrar o sigilo de mensagens numa investigação de tráfico de drogas que corre em segredo de justiça. É o segundo bloqueio desde dezembro.

Em março, Montalvão determinou a prisão do vice-presidente do Facebook no Brasil pelo mesmo motivo. Depois ele foi solto. O Facebook é dono do WhatsApp.

Em nota, o WhatsApp informou que a decisão puniu mais de 100 milhões de brasileiros para forçar a empresa a entregar informações que não possui.

Próxima
« Prev Post
Anterior
Next Post »