18º Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza começa neste sábado em Ourinhos


Crianças entre 6 meses a menores de 5 anos, trabalhadores da saúde, gestante e puérperas serão os primeiros a serem vacinados 

No próximo sábado, 30 de abril terá início a 18ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza, que tem por objetivo reduzir as complicações, internações e a mortalidade decorrentes das infecções pelo vírus da influenza, na população alvo.
 

Este ano, a Secretaria Municipal de Saúde, por meio da Divisão de Vigilância Epidemiológica dividiu as etapas de vacinação das pessoas dos grupos prioritários, sendo a primeira etapa a partir do dia 30 de abril, na qual serão vacinadas crianças entre 6 meses a menores de 5 anos de idade, trabalhadores da saúde, gestantes e puérperas e população indígena.
 

Na segunda etapa, a partir do dia 9 de maio, serão vacinadas pessoas com 60 anos ou mais e na terceira etapa, a partir do dia 16 de maio, as pessoas com comorbidades e os reclusos.
 

É importante lembrar que as crianças de 6 meses a 2 anos de idade que serão vacinadas pela primeira vez, devem receber a segunda dose 30 dias após a primeira dose. A criança com idade entre 6 meses e 8 anos e 11 meses de idade, que recebeu duas doses da vacina influenza em anos anteriores, deverá receber apenas uma dose em 2016.
 

Já a criança com idade entre 6 meses e 8 anos e 11 meses de idade, que recebeu apenas uma dose da vacina influenza em anos anteriores, deverá receber duas doses em 2016.

Sobre pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais
 

A vacinação deste grupo deve ser realizada em todos os postos de vacinação. No entanto, mantém-se a necessidade de prescrição médica especificando o motivo da indicação da vacina, que deverá ser apresentada no ato da vacinação.
 

Pacientes já cadastrados em programas de controle das doenças crônicas do Sistema Único de Saúde (SUS) devem se dirigir aos postos que estão cadastrados para receberem a vacina. Caso no local de atendimento onde são atendidos regularmente não tenha um posto de vacinação, devem buscar a prescrição médica na próxima consulta que estiver agendada, visando garantir esse documento com antecedência, para evitar filas no período da vacinação.
 

Pacientes que são atendidos na rede privada ou conveniada, também devem buscar a prescrição médica com antecedência, junto ao seu médico assistente, devendo apresentá-la nos postos de vacinação durante a realização da campanha de vacinação.
Próxima
« Prev Post
Anterior
Next Post »