Policia Militar Ambiental apreende pássaros por maus tratos e ter em cativeiro no município de Assis e Candido Mota


Nesta sexta-feira, dia 12 de fevereiro, policiais militares do 2o Batalhão de Polícia Ambiental, destacados no 2o Pelotão Ambiental de Assis/SP, durante atendimento de denúncias, deslocaram-se ao bairro Vila Dias, município de Cândido Mota, onde constataram 07 (sete) aves silvestres nativas, sendo Canário da Terra, Pássaro Preto, João Pinto e Periquitão Maracanã sem licença ambiental competente, e no bairro São João, município de Assis, verificaram juntamente com médico veterinário que foi introduzida uma anilha no tarso de uma ave silvestre Trinca Ferro, vindo a causar lesões, caracterizando maus tratos, o animal ficou depositado sob cuidados
médicos veterinários.


Diante do constatado, os policiais militares ambientais lavraram 03 (três) Autos de Infração Ambiental, totalizando a multa simples no valor de R$ 8.200,00 (oito mil e duzentos reais), por maus tratos e ter em cativeiro sem licença ambiental.
 

Os infratores poderão responder pelo crime ambiental de maus tratos, cuja pena é de três meses a um ano, e multa, e por ter animal silvestre em cativeiro, cuja pena é de detenção de seis meses a um ano e multa.

A Polícia Militar Ambiental orienta que as denúncias sejam feitas através dos telefones 0800-0555-190, 181 (Disque Denúncia), EMERGÊNCIA 190, ou ainda diretamente às unidades da Polícia Militar Ambiental pelos telefones: (14) 3433.7199 – Marília; (14) 3496.5884 – Tupã; (18) 3323.5111 – Assis; (14) 3322.3077 – Ourinhos.