Todos Contra o Mosquito Aedes Aegypti: Mega Operação começou nesta segunda-feira e já recolheu 62 toneladas de materiais inservíveis


Prefeita Belkis acompanhou inicio da Mega Operação que nesta terça-feira, 19, estará concentrada nos seguintes bairros: Vila Musa, Jd. Santa Maria, Vl. São João e Jd. São Francisco. Vl. Odilon, Cohab e Vl. São José primeira seção

Começou na manhã desta segunda-feira, 18, a Mega Operação Todos Contra o Mosquito Aedes Aegypti. A ação, que em seu primeiro dia já recolheu pouco mais de 60 toneladas de materiais inservíveis que poderiam servir de possíveis criadouros para o Aedes, tem a intenção de eliminar das residências os criadouros do mosquito Aedes Aegypti, que além da dengue transmite também a febre chikungunya e o zika vírus.
 

A Prefeita Belkis Fernandes e os secretários municipais estiveram presentes na concentração no início da operação. As equipes saíram às 8h de frente da EMEF José Alves Martins no Jd. Itamaraty e, inicialmente os bairros situados na região foram contemplados com a ação, entre eles: Jd. Paris, Jd. Itamaraty, Pq. Pacheco Chaves e Jd. Nossa Senhora de Fátima. A Mega Operação contemplará todos os bairros da cidade ao longo das próximas semanas.
 

Antes do início das atividades, a prefeita Belkis agradeceu o empenho de todas as Secretarias envolvidas e os parceiros que cederam caminhões e mão de obra para a realização da megaoperação.
 

“O poder público está comprometido nessa luta contra o mosquito Aedes Aegypti. Estamos empenhados para eliminar os criadouros, por isto agradeço a todas Secretarias e nossos parceiros da iniciativa privada que estão comprometidos com este objetivo. Agora, contamos com o apoio da população para que elimine os materiais inservíveis e potenciais criadouros de suas residências. Precisamos da colaboração de todos”, concluiu a prefeita.
 

A previsão é de que outra Mega Operação seja realizada no  final de fevereiro para o município não sofrer com um número elevado de casos das doenças transmitidas pelo mosquito Aedes Aegypti.
 

Nesta terça-feira, 19, a ação estará concentrada nos seguintes bairros: Vila Musa, Jd. Santa Maria, Vl. São João e Jd. São Francisco. Vl. Odilon e Cohab e Vl. São José primeira seção.
 

O cronograma com os bairros da Mega operação serão divulgados diariamente no site da Prefeitura: www.ourinhos.sp.gov.br e também no Facebook da Prefeitura: Prefeitura Municipal de Ourinhos, mas é importante lembrar que as equipes de endemias passarão nos bairros que receberão a Mega Operação para serem informados um dia antes do bairro ser contemplado.
 

Os moradores devem ficar alerta que no dia anterior da coleta da Mega Operação um carro de som circulará pelas ruas do bairro para informar que a população poderá colocar todos seus inservíveis na rua para serem recolhidos pela Prefeitura.
 

A população deve descartar todo e qualquer objeto que possa acumular água e servir de abrigo e procriação do mosquito Aedes Aegypti, que transmite Dengue, Febre Chikungunya e o Zika Vírus, como: pneus, garrafas pet, tampinhas de garrafas, copos, latinhas de embutidos, sacolas plásticas, baldes, pratinhos de vasos (que devem ter areias adicionadas), enfim, tudo aquilo que sirva para acumular água e não se usa mais, deve ser jogado fora.

Recomendações

A Vigilância Epidemiológica alerta que a limpeza das casas não seja feita apenas durante o período da Mega operação. A orientação é que os munícipes utilizem cerca de 10 minutos por dia, toda semana, para verificar as suas residências ou empresas que contenham objetos que sirvam de acumulo de água.

1- Mantenha boas condições de limpeza em seu quintal e terreno, evitando o acúmulo de lixos, mato e entulho, etc. Cubra ou guarde em locais fechados entulhos, restos de obras, pneus, garrafas e demais objetos alojados no quintal;
 

2- Elimine possíveis criadouros, removendo a água parada de diversos tipos de recipientes que ficam no quintal como: pratos de vasos de flores, vasos, bebedouros de animais, plásticos, garrafas, pneus, brinquedos, baldes e masseiras;
 

3- Mantenha as caixas d'água bem fechadas e também os galões e tambores d'água; limpe calhas; escoe a água das lajes; limpe e trate a água da piscina com produtos químicos adequados; mantenha bem esticada a lona usada para cobrir entulhos e masseiras para evitar acúmulo de água;
 

4- Evite ter bromélias em sua residência, pois servem como criadouros do mosquito transmissor da Dengue;
 

5- Use semanalmente 10 minutos do seu tempo para inspecionar seu quintal e eliminar as águas paradas e possíveis criadouros do mosquito Aedes Aegpyti.
 

6- As instituições públicas e privadas, empresas e escolas, clubes, centros esportivos, cemitérios, hospitais, locais onde circulam muitas pessoas diariamente (classificados como imóveis especiais) devem escalar um funcionário para efetuar vistoria nas partes externas e internas dos prédios e eliminar os criadouros;
 

7- Residentes na zona rural devem seguir todas as recomendações acima e 
eliminar a água dos cochos;
 

8- Leve ao cemitério apenas vasos com flores naturais, com orifícios para escoamento de água, sem pratinhos e sem papel celofane ou plastificado. Flores artificiais e papéis decorativos transformam-se em criadouros do mosquito Aedes.








Próxima
« Prev Post
Anterior
Next Post »