Polícia Militar Ambiental constata queimada irregular e pisoteio de bovinos em Área de Preservação Permanente em propriedade rural no município de Tupã

Neste último domingo, dia 24 de janeiro, policiais militares do 2º Batalhão de Polícia Ambiental, destacados na Base Operacional de Tupã/SP, realizaram fiscalização em uma propriedade rural localizada no Bairro Santa Terezinha, município de Tupã/SP, onde constataram uma queimada atingindo um total de 0,885 hectares de área queimada, sem licença ambiental competente, sendo lavrado o Auto de Infração Ambiental na modalidade advertência, pelo uso
do fogo em áreas agropastoris.


No decorrer da fiscalização foi constatada também uma intervenção em Área de
Preservação Permanente, mediante o pisoteio de animais bovinos totalizando uma área de 2,82 hectares de área degradada.
 

Diante do ocorrido, foi elaborado 01 (um) Auto de Infração Ambiental no valor de R$ 14.100,00 (quatorze mil e cem reais), por danificar vegetação nativa Área de Preservação Permanente, permanecendo a área embargada.
 

Os infratores poderão responder por crime ambiental, cuja pena poderá variar de seis meses a um ano de detenção e multa.
 

A Polícia Militar Ambiental orienta que as denúncias sejam feitas através dos telefones 0800-0555-190, 181 (Disque Denúncia), EMERGÊNCIA 190, ou ainda diretamente às unidades da Polícia Militar Ambiental pelos telefones: (14) 3433.7199 – Marília; (14) 3496.5884 – Tupã; (18) 3323.5111 – Assis; (14) 3322.3077 – Ourinhos.

Créditos: Cap PM Ewerton Ricardo Messias
Comandante da 4ª Companhia de Polícia Militar Ambiental de Marília

Próxima
« Prev Post
Anterior
Next Post »