Redução de Salários: Faltam 9 dias para que os vereadores apresentem o Projeto de Lei que prometeram


A 38ª sessão Ordinária do Legislativo ourinhense ocorrida nesta segunda-feira (03) transcorreu normalmente. Nenhuma novidade em relação aos assuntos de interesse popular. Como era esperado, nenhum vereador falou sobre redução de salários.

Contudo, é importante lembrar a promessa feita por eles no dia 13 de outubro de entregarem em 30 dias um Projeto de Lei que atendesse as reivindicações do movimento popular "Por uma Ourinhos melhor", onde as principais exigências são a redução de salários dos vereadores para no máximo R$ 1.500,00, a extinção do cargo de assessor parlamentar e a redução de 15 para 11 cadeiras para o próximo mandato, 2017-2020.

O prazo expira em 9 dias e os manifestantes prometem lotar a Câmara na sessão subsequente ao prazo, dia 16 de novembro, segunda-feira.

A Câmara Municipal

Atualmente o salário de um vereador em Ourinhos é de R$ 7.577 mil, maior que em muitas cidades da região, inclusive de cidades de maior porte como Marília e São José do Rio Preto. Nestas cidades os vereadores recebem R$ 7.203 mil e R$ 5.070 mil, respectivamente. O presidente do Legislativo daqui ganha um pouco mais, R$ 8.142 mil. Além disso, fora os outros cargos de confiança que existem na Câmara Municipal, nos quais nem é exigido um mínimo de escolaridade, bastando saber ler e escrever, cada um dos 11 parlamentares nomeou o seu assessor com um salário atualmente de R$ 5.139 mil. No próximo mandato, 2017-2020, a conta deverá ser ainda maior, caso a lei complementar votada em 2014 que aumentou de 11 para 15 cadeiras no legislativo não seja revogada.
Próxima
« Prev Post
Anterior
Next Post »